OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-9672-7222 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 3,317 Arapiraca, 26ºC Tempo nublado

Geral / Isve Cavalcante

Quem é Isve Cavalcante? Isve Cavalcante é radialista desde 1971. Ele nasceu na cidade de Caruaru, município de Pernambuco. Já trabalhou em várias rádios, prefeituras e emissoras de televisão. Atualmente apresenta o programa “Show de Notícias” na Rádio 96 FM Arapiraca.
22/11/2017 12:10:58
Homem viajará em foguete caseiro para provar que a Terra é plana
Facebook Mike Hughes ao lado de seu foguete, que pretende lançar neste sábado / Foto:

 C/Veja. Com

Mike Hughes, um americano de 61 anos, acredita que astronautas e agências espaciais estão conspirando para convencer o mundo de que a Terra é redonda.

E o motorista de limusines (e cientista amador nas horas vagas) está disposto a ir longe para provar sua teoria – mais precisamente, 549 metros acima do solo, com um foguete que ele mesmo fabricou a partir de sucata.

O voo está marcado para este sábado e o objetivo é claro: ver com os próprios olhos a verdade e, ainda, tirar uma foto para provar que nosso planeta, ao contrário do que todos os cientistas e instituição de pesquisas renomadas afirmam, é plano.

Hughes sabe que voar 1,6 quilômetro em um veículo caseiro a mais de 805 quilômetros por hora pode parecer perigoso, mas é por um motivo maior.

“Isso vai fechar a porta dessa história de Terra redonda”, disse em um vídeo produzido por um grupo de terra-planistas, chamado The Daily Plane, para arrecadar fundos.

Ao todo, seu projeto custou 20.000 dólares (65.000 reais) – valor que inclui, além do foguete, o “traje espacial” que construiu.

Na entrevista, Hughes também afirma que a Nasa está sendo controlada e que Elon Musk, CEO da companhia espacial SpaceX, está fabricando foguetes falsos.

“Eles ainda não enviaram um homem ao espaço”, diz.

“Existem 20 agências espaciais diferentes aqui nos Estados Unidos e eu sou a última pessoa que colocou um homem em um foguete e a lançou.”

Esse último lançamento a que se refere ocorreu em 2014, quando ele entrou em outro foguete caseiro e percorreu 400 metros em uma vila chamada Winkelman, no estado do Arizona.

O problema é que a distância é apenas um quarto do que Hughes pretende percorrer no sábado e, mesmo assim, o voo já não terminou muito bem – o vídeo mostra imagens do americano sendo arrastado no solo e depois saindo do foguete destruído.

Como ele mesmo conta, saiu tão machucado que teve de andar de muletas por duas semanas.

“Se você não tem medo da morte, você é um idiota”, disse Hughes em entrevista à Associated Press.

“É muito assustador, mas nenhum de nós vai sair do mundo vivo.

Eu gosto de fazer coisas extraordinárias que ninguém mais pode fazer, e ninguém na história da humanidade projetou, construiu e se lançou em seu próprio foguete.

Sou um reality show ambulante.”

Além disso, Hughes afirma com convicção de que não acredita na ciência.

“Eu sei sobre aerodinâmica e a dinâmica de fluidos e como as coisas se movem através do ar, sobre o tamanho de bocais de foguete certo e sobre impulso.

Mas isso não é ciência, é apenas uma fórmula. Não há diferença entre ciência e ficção científica”, resume.

 

 

 


Link da página:
O portal Diário Arapiraca não se responsabiliza pelos conteúdos publicados nos blogs dos seus colaboradores.

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Isve Cavalcante