OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-9672-7222 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 3,146 Arapiraca, 18ºC Parcialmente nublado

Editorias

12/08/2017 21:15
Arapiraca
Agroecologia gera ocupação e renda para comunidades quilombolas de Arapiraca
O projeto municipal incentiva o resgate da cultura da plantação de hortas orgânicas, aproveitando os espaços dos quintais, com capacitação, orientação e assistência técnica, prestada pelas secretarias Municipais da Saúde e Agricultura e Meio Ambiente.
/ Foto: Assessoria

 Antes da implantação do projeto “Resgatando horta de quintal, pela Prefeitura de Arapiraca, o que se via nas terras da agricultora Valdice Maria Alves, localizada na comunidade Carrasco, zona rural do município, era plantação de fumo e feijão. E no quintal, nada se plantava. Agora, a realidade é outra. A agricultora apresenta, orgulhosa, os 30 canteiros que são destinados ao cultivo das hortaliças, que servem para o consumo dos cinco moradores da casa, para venda e ainda sobra para doar aos vizinhos.

A história de Valdice Maria Alves representa a das 28 famílias quilombolas, das comunidades Carrasco e Pau D`Árco, beneficiadas com o projeto municipal, que incentiva o resgate da cultura da plantação de hortas orgânicas, aproveitando os espaços dos quintais, com capacitação, orientação e assistência técnica, prestada pelas secretarias Municipais da Saúde e Agricultura e Meio Ambiente.

Nos fundos da casa, a agricultora apresenta o que considera uma riqueza, canteiros verdinhos com uma variedade de hortaliças, a exemplo de coentro, alface, cebolinha, quiabo e pimentão. Mas ela explica que para chegar a esse estágio, precisou acreditar no projeto e utilizar as orientações passadas pelos técnicos. “Hoje, eu me orgulho da produção do meu quintal e de ser multiplicadora do projeto, aqui na minha comunidade”, declarou.

Márcio Roberto, técnico agrícola, explica que as famílias recebem, mensalmente, visita dele ou de agrônomo da prefeitura, a fim de prestar assistência e tirar dúvidas, desde o momento da entrega das mudas e semente, passando pelo plantio, colheita e comercialização. “Para participar do projeto, é preciso procurar os agentes de saúde de cada comunidade, que são os responsáveis pela apresentação e cadastro”, completou.

 


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Arapiraca