OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-9672-7222 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 0,000 Arapiraca, 31ºC Ensolarado com muitas nuvens

Editorias

11/01/2017 12:30
Esporte
Artilheiro na base, Evander vira volante e ganha dicas de Cristóvão
Meia-atacante de origem, jovem tem sido utilizado mais recuado e é uma das novidades do treinador na pré-temporada. Aposta é em melhor saída de bola
/ Foto: GloboEsporte.com

 Evander marcou mais de 100 gols na base do Vasco, vestiu a camisa 10 da seleção brasileira num Mundial sub-17, mas, com Cristóvão, recuou. Neste início de temporada, o garoto virou volante. Foi assim que ele atuou nos dois jogos-treinos realizados em São Januário, não por escassez de jogadores da posição, mas por ideia do treinador cruz-maltino.

A comissão técnica do Vasco considera que a qualidade técnica de Evander pode ser de ajuda na saída de bola. Se no ano passado ele muitas vezes foi cobrado por não se esforçar tanto na marcação, desta vez a impressão é diferente, e a disposição do atleta tem sido notada nos treinos.

Para Evander, atuar mais recuado não é novidade. Apesar de ter se destacado como meia mais avançado ou atuando pelas pontas, ele contou que tem experiência no setor. Além disso, tem em Cristóvão, um especialista na posição, como guia.

- Já atuei ali na base. O Cristóvão gosta de saída de bola com qualidade. É uma das minhas características: bom passe, armar o jogo, dar velocidade quando precisa. O Cristóvão conversa comigo. Ele jogou naquela posição também, me corrige, tento fazer o que ele pede.

Atuar mais recuado tem revelado novas possibilidades para o menino. Uma delas é a chance de aproveitar as finalizações de fora da área.
- Quando eu jogava de meia ou aberto, já tinha bastante oportunidade. Vindo de trás é mais ainda. É melhor. Na hora que tiver oportunidade, com certeza vou chutar a gol.
Esboço no 4-2-31

A presença de Evander entre os titulares é a principal novidade no time montado por Cristóvão neste início de temporada. O técnico esboçou a equipe num 4-2-3-1, com Andrezinho ou Julio dos Santos fazendo companhia ao garoto. Na frente, Escudero e Muriqui jogam abertos pelas pontas, Nenê atua centralizado, e Thalles é a referência.

O time, porém, ainda tem o que melhorar. Nos dois jogos-treinos, contra Bonsucesso e Madureira, os titulares ainda não fizeram gol. Em cada partida, eles atuaram por 45 minutos. A expectativa é de que evoluam para o jogo contra o Barcelona de Guayaquil, no dia 15, pela Florida Cup.

 

Fonte: GloboEsportes


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Esporte