OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-9672-7222 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 3,337 Arapiraca, 25ºC Tempo limpo

Editorias

06/12/2017 00:15
Esporte
Maicon é liberado e corre para retornar no Mundial: "Vai sobressair a superação"
Recuperado de cirurgia, volante não quer "atrapalhar" o Grêmio, diz que time vai sentir falta de Arthur, mas se coloca à disposição até para iniciar no Mundial
/ Foto: GloboEsporte

 A previsão era apenas em 2018. Mas o volante Maicon foi liberado para voltar a jogar ainda este ano. Depois de operar o tendão de Aquiles em setembro, o capitão gremista já trabalha com bola, realizou coletivo e, assim, já é opção para o Mundial de Clubes, seja na semifinal ou em uma eventual decisão. O meio-campista corre atrás do preparo físico semelhante ao dos companheiros e projeta mais cinco treinos físicos para atingir um nível bom.

O retorno é ainda mais importante se levarmos em conta a lesão de Arthur, afastado pelos próximos 45 dias por conta de uma torção no tornozelo esquerdo. Com características semelhantes, Maicon cita "superação" para o atual momento, sem as condições ideais, mas com um Mundial de Clubes pela frente. O Tricolor volta a jogar no dia 9, contra o vencedor de Wydad, do Marrocos, e Pachuca, do México. Maicon treinou em Buenos Aires, também na última sexta, sábado e domingo em busca do melhor condicionamento.

- Já venho treinando há alguns dias. O doutor me liberou, disse que tenho condições de jogo, ainda falta um pouco da parte física, pelo tempo parado. Vai sobressair a superação, vontade de voltar neste momento . Estou tranquilo, vou aproveitar o máximo os dias que vou ter de treinamento. Se o professor precisar um, dois, 10 minutos, que comece o jogo, estou com tanta vontade de jogar que a gente esquece isso no momento - comentou Maicon em entrevista coletiva.

Maicon, por outro lado, lamentou a ausência de Arthur, cortado por lesão. E citou a falta que vão fazer Cícero e Cristian, que não puderam ser inscritos na competição.

- Uma pena a gente perder o Arthur neste momento, estava fazendo muita diferença na nosssa equipe. Tem o coletivo, claro, mas ele estava se sobressaindo, o Luan um pouco mais. Perder qualquer jogador é ruim, Cristian e Cícero vão fazer falta também. Se o professor precisar que comece jogando, vou fazer de tudo para que ninguém sinta falta do Arthur. Claro que vamos sentir, pela sequência boa, mas quem o professor colocar, vai dar seu melhor para conquistar seu objetivo - completou o capitão.

Sem dores, Maicon corre contra o tempo para ter condições de jogo. O Tricolor viaja na quarta-feira para Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, em dois grupos divididos por conta das dificuldades de logísticas.
 

 

 

 

Fonte: GloboEsporte 


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Esporte