OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-9672-7222 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 3,750 Arapiraca, 26ºC Estrelado

Editorias

11/07/2019 14:16
Esporte
Palmeiras vence o Inter por 1 x 0 na volta da Copa do Brasil
Verdão fez valer o mando de campo, venceu o Inter por 1 a 0 e largou na frente por uma vaga nas semifinais da Copa do Brasil
/ Foto: Divulgação
Redação com CBF

Verdão em vantagem! O Palmeiras foi cirúrgico, na noite desta quarta-feira (10), e venceu o Internacional por 1 a 0, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. No Allianz Parque, Zé Rafael fez o único gol da partida. As equipes voltam a se encontrar no próximo dia 17, no Beira-Rio.

Palmeiras e Internacional protagonizaram um primeiro tempo bastante equilibrado no campo, mas nem tanto no placar. Com as duas equipes marcando bem, as chances foram poucas. E quando apareceram só um time soube aproveitar. Jogando em casa, o Verdão foi fatal e fez a rede balançar logo na primeira oportunidade que teve. Na marca dos 19 minutos, Bruno Henrique fez cruzamento na medida para Zé Rafael, que testou firme direto para o fundo das redes do Allianz Parque: 1 a 0. O Colorado até tentou uma resposta imediata, mas Weverton salvou o time da casa depois de boa finalização de Nico López.

Na volta do intervalo, o cenário do jogo não mudou: muita marcação e poucos espaços no ataque. Querendo o empate, o Inter teve as melhores chances com Nico López. Já o alviverde, chegou com perigo pelos pés de Dudu. Mas novamente as defesas prevaleceram e o resultado parcial da primeira etapa permaneceu até o apito final.

Em casa, o Bahia abriu o placar com Caio, mas viu a Raposa chegar ao empate com Zé Eduardo

Bahia e Cruzeiro encerraram a terceira rodada do Brasileirão Sub-20, na noite desta quarta-feira (10). No Estádio de Pituaçu, em Salvador, o duelo terminou com uma igualdade em 1 a 1.

O jogo

Em Pituaçu, o 0 a 0 do início do jogo permaneceu durante todo o primeiro tempo. Mas na volta do intervalo, a partida mudou de cenário e a bola, enfim, encontrou o caminho das redes. Jogando em casa, o Tricolor baiano abriu o placar aos 11 minutos da etapa complementar. Com a bola na marca da cal, Caio cobrou a penalidade com segurança para estufar a redes: 1 a 0. O empate mineiro demorou, mas veio na marca dos 33 minutos. Marco Antônio tocou para Zé Eduardo, que, já dentro da área, deu uma cavadinha por cima do goleiro deixando tudo igual no marcador: 1 a 1.

Em Curitiba, o Athletico-PR largou na frente com Léo Pereira, mas Gabriel deixou tudo igual para os cariocas

Ficou para o Maraca! Na noite desta quarta-feira (10), Athletico-PR e Flamengo mediram forças pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Na Arena da Baixada, o duelo rubro-negro terminou 1 a 1 e vai para o Rio de Janeiro completamente indefinido. O segundo e derradeiro encontro entre as equipes está marcado para o próximo dia 17.

O jogo

Na Arena da Baixada, o Flamengo tentou surpreender o Athletico e ensaiou uma pressão logo nos primeiros minutos da partida. Aos três, Vitinho mandou uma bomba para o gol e viu a bola passar tirando tinta da meta paranaense. Após o susto inicial, o Furacão colocou ordem na casa e passou a ter o domínio do jogo. Só que as melhores chances do Furacão apareceram somente depois dos 40 minutos da primeira etapa. Aos 44, Nikão soltou o pé para grande defesa de Diego Alves. Já nos acréscimos, foi a vez de Bruno Guimarães arriscar a finalização e, novamente, o arqueiro carioca apareceu para evitar o gol. E ainda teve tempo para mais. Aos 47, Lucas Halter pegou uma sobra na área e, de frente para a meta, mandou para fora.

E se o placar ficou zerado nos primeiros 45 minutos, na volta do intervalo a história foi diferente e o jogo ganhou em emoção. Com menos de cinco minutos, o Athletico abriu o marcador. Depois de cobrança de escanteio, Léo Pereira apareceu livre para balançar as redes: 1 a 0. Na marca dos 19, veio o empate do Flamengo. Gabriel aproveitou uma falha da defesa adversária, ganhou da marcação e mandou por cima do goleiro do Furacão: 1 a 1. E os visitantes queriam mais. Aos 24, Arrascaeta cobrou escanteio na medida para Bruno Henrique, que cabeceou bonito, mas Santos fez milagre para impedir a virada. Na sequência, foi a vez do time da casa voltar ao ataque. Nazário pegou uma sobra na área e bateu forte, mas Rodrigo Caio salvou o Fla quase em cima da linha. O Athletico ainda teve uma mais uma chance com Nazário, que parou nas mãos de Diego Alves.
 


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Esporte