OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-9672-7222 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 3,776 Arapiraca, 26ºC Estrelado

Editorias

15/03/2019 07:54
Polícia
Após descartar assalto, delegado prende vigilante da loja de empresário morto em Arapiraca
Até o momento ele é o principal suspeito de ter empurrado o empresário do primeiro andar da concessionária
/ Foto: Reprodução Redes Sociais
Redação

 O delegado regional de Arapiraca Everton Gonçalves informou na noite dessa quinta-feira (14) que o empresário Petrúcio Torjal, que teria sido jogado do primeiro andar de seu escritório após reagir a um assalto por volta das 2h, não foi vítima de latrocínio.

Inicialmente, os sites locais, inclusive o Diário Arapiraca, noticiaram que o vigilante, no momento da chegada dos assaltantes, estava no banheiro. Porém, Valdir dos Santos Azevedo acabou preso em flagrante por ter apresentado em seu depoimento três versões diferentes do homicídio praticado contra o empresário e advogado natural de Porto Real do Colégio.

Até o momento ele é o principal suspeito de ter empurrado o empresário do primeiro andar da concessionária, localizada no Bairro São Luiz, em Arapiraca. 

Na primeira versão, o vigilante informou ao delegado que o empresário chegou a sua concessionaria por volta das 3h da madrugada e subiu para o escritório. Em seguida três suspeitos chegaram de moto ao local e anunciaram o assalto. Após luta corporal com os suspeitos, Petrúcio Torjal foi empurrado do primeiro andar pelos criminosos. Durante esse desenrolar dos fatos o vigilante afirmou que estava no banheiro.

Na segunda versão, o vigilante disse que na verdade o empresário teria sofrido um acidente e caído do primeiro andar, mas que ele não presenciou a queda. Viu, apenas, o empresário já caído no chão com vários ferimentos. 

Na terceira versão, Valdir dos Santos afirmou que viu quando o empresário Petrúcio Torjal caiu do primeiro andar por acidente.

O delegado registrou, ainda, que Valdir não soube explicar o motivo de ter criado tantas versões, alegando apenas ter ficado com medo. 

Diante das contradições apresentados, o vigilante da concessionaria de veículos pertencente ao empresário Petrúcio Torjal foi preso em flagrante.

O juiz da 8ª Vara Criminal vai decidir, ainda nesta sexta feira (15), sobre a manutenção ou não da prisão do vigilante.

Outras testemunhas serão ouvidas durante os próximos dias para complementar o caso. 

"Não temos a confirmação concreta do que houve realmente, se foi um acidente ou um homicídio. Muito difícil o caso. Só estavam os dois, não há indicações de mais ninguém no momento e como o vigilante mente muito, não ficou clara a situação", esclareceu o delegado.

Ele completou informando que pode sim só ter sido um acidente, mas suspeita que ele tenha empurrado.


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Polícia