OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-9672-7222 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 3,740 Arapiraca, 30ºC Tempo nublado

Editorias

08/11/2018 16:57
Polícia
Polícia já tem linha de investigação sobre assassinato de idoso em Craíbas
O crime aconteceu na manhã desta quinta-feira (08), no Sítio Umbuzeiro, na Zona Rural de Craíbas
Adalberto ds Santos, 68 anos / Foto: Mitchel Torquato
Eduardo Cardeal

 Após o assassinato do idoso Adalberto dos Santos, 68 anos, ocorrido no Sítio Umbuzeiro, na Zona Rural de Craíbas na manhã desta quinta-feira (08), os agentes da Delegacia de Homicídios realizaram os primeiros levantamentos sobre caso e já conseguiram algumas informações para tentar elucidar o caso.

Segundo apurou o Diário Arapiraca, há alguns anos o idoso teve sua residência invadida por supostos assaltantes e teria reagido deflagrando alguns tiros, mas não chegou a atingir a nenhum dos invasores. Após o episódio, o idoso foi preso por porte ilegal de arma de fogo.

Adalberto dos Santos cumpriu um período da pena e voltou a morar no mesmo local. Apesar de ser pai de oito filhos, residia só e foi surpreendido pelos algozes quando estava indo em direção à roça, onde trabalhava como agricultura.

De acordo com o Instituto de Criminalística (IC), a vítima sofreu quatro tiros, sendo dois na região tórax, um nas costas e um na cabeça.

Em entrevista ao repórter Mitchel Torquato, da rádio 96 FM Arapiraca, um parente do idoso que preferiu não se identificar falou sobre o caso.

“O único problema que ele teve foi no dia em que os bandidos invadiram a casa dele. Infelizmente no Brasil a pessoa tem que morrer nas mãos dos bandidos. Na época, ele só tentou se defender dos ladrões”, desabafou no local do crime.

O parente disse ainda que os familiares não tinham conhecimento se ele estava sofrendo ameaças, por isto que estava morando só no sítio.

Informações também dão conta que um morador da região foi ouvido pelos agentes como um dos suspeitos do crime, mas foi descartada a possibilidade de estar envolvido no crime.

As informações levantadas pela Delegacia de Homicídios serão repassadas para o 62º Distrito Policial de Craíbas, que assume o caso e terá 30 dias inicialmente para concluir o inquérito.

 


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Polícia