10/09/2019 08:25:32
Geral
Estudo americano questiona rótulo "eco" dos patinetes elétricos
Viajar de patinete elétrico produz mais emissão de gás de efeito estufa por quilômetro do que viajar de bicicleta, a pé ou de ônibus
Reprodução Google Imagens O patinete elétrico está se tornando um meio de transporte real

Um estudo elaborado por pesquisadores da Universidade da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, e publicado pela revista científica Environmental Research Letters, aponta que viajar de patinete elétrico produz mais emissão de gás de efeito estufa por quilômetro do que viajar de bicicleta, a pé ou de ônibus, desde que o veículo percorra mais do que 11 km com um litro de gasolina.

Empresas que alugam patinetes na cidade de Raleigh, na Carolina do Norte, foram analisadas como objeto de estudo pelos pesquisadores Joseph Hollingsworth, Brenna Copeland e Jeremiah Jonhson. Segundo a pesquisa, a vida útil desse modal é de dois anos.

No entanto, vandalismo e uso incorreto fazem com que as estruturas durem menos, provocando, consequentemente, que as companhias fabriquem mais unidades de patinetes, a fim de repor as que não podem ser mais utilizadas. No caso dos estabelecimentos norte-americanos, as patinetes são fabricadas na China e transportadas (por avião, barco e caminhão) aos Estados Unidos.

O desmonte de uma patinete foi realizado a fim de calcular as emissões de gases de efeito estufa — os pesquisadores determinaram que os materiais e a fabricação representavam cerca da metade do impacto que a patinete possui.

O que foi descoberto é que, embora possam ter zero emissão de tubo de escape, existem processos que definitivamente não tornam os processos livres de carbono.

Os materiais que são utilizados durante a fabricação e os esforços das empresas, no final de cada dia, para recolher as patinetes, carrega-las e devolvê-las as ruas têm impacto significativo nas emissões de gases de efeito estufa. Concluiu-se, então, que as patinetes elétricas poluem mais do que bicicleta, a pé ou ônibus, desde que este veículo percorra mais do que 11 km com um litro de gasolina.

A título de comparação, um carro modelo Novo Uno, versão Drive, roda 13,2 km com um litro de gasolina, segundo tabela de consumo e eficiência energética de 2019 do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia).

Brasileiros aderem ao patinete elétrico

Considerado apenas um brinquedo até pouco tempo atrás, o patinete elétrico está se tornando um meio de transporte real em boa parte das grandes cidades do Brasil. Entretanto, apesar da aparência inofensiva, os patinetes podem causar acidentes, e seus usuários precisam seguir as leis de trânsito. Porém, segundo dados do Portal G1 apenas as capitais São Paulo, Florianópolis e Vitória regulamentaram o uso dos patinetes.

Esta nova opção traz vantagens para a mobilidade de grandes cidades. Entretanto, é necessário que o Poder Público regulamente o uso do equipamento para que haja regras que garantam a segurança de usuários, motoristas e pedestres.

Afinal, o equipamento, que é alimentado por uma bateria, pode chegar a uma velocidade máxima de 20 km por hora, tornando difícil frear ou mesmo desviar de um obstáculo a tempo de evitar uma queda ou colisão.

Além disso, como comprado pela pesquisa estadunidense, quem utiliza esse meio de transporte alternativo acreditando que está sendo amigo do meio ambiente deve reavaliar a decisão. Porque apesar de não parecer, as emissões de CO2 usadas para fabricar, enviar, carregar e transportar esses veículos também prejudica a natureza.

E-mail: redacao@diarioarapiraca.com.br
Telefone: (82) 9-9672-7222

©2019 - Diário Arapiraca | Portal de Notícias. Todos os direitos reservados.