07/06/2019 10:02:25
Meio Ambiente
Jovem ativista que falta aula toda 6ª para protestar ganha prêmio
Adolescente ativista Greta Thunberg e movimento 'Fridays for Future' recebem prêmio de Embaixadores da Consciência, da Anistia Internacional
TT News Agency/Hanna Franzen via ReutersGreta tem 16 anos e, desde agosto de 2018, protesta em frente ao parlamento sueco, em Estocolmo, exigindo medidas contra as mudanças climáticas

 A ativista pelo clima Greta Thunberg e o movimento pelo meio ambiente 'Fridays For Future' foram premiados com o título de Embaixadores da Consciência 2019 pela organização de direitos humanos Anistia Internacional.

Greta tem 16 anos e, desde agosto de 2018, falta às aulas todas as sextas-feiras para protestar em frente ao parlamento sueco, em Estocolmo, e exigir medidas concretas dos políticos contra as mudanças climáticas e o aquecimento global.

A iniciativa tem inspirado movimentos semelhantes em todo o mundo e já teve protestos até no Brasil.

O prêmio foi criado em 2002 para reconhecer pessoas e grupos que promovem os direitos humanos, confrontando injustiças e inspirando outras pessoas.

A adolescente entra na galeria de personalidades premiadas ao lado de Nelson Mandela e Malala Yousafzai.

Em um vídeo publicado em sua conta no Instagram (veja abaixo), Greta disse que o prêmio era de todas as crianças que fazem greve pelo clima.

"Este não é o meu prêmio, este é o prêmio de todo mundo. Ele não seria possível sem a greve de todos, todas as sextas, por causa da crise climática", diz Greta.

“Agir em sua consciência significa que você luta pelo que acha que é certo. Acho que todos aqueles que fazem parte desse movimento estão fazendo isso, porque temos o dever de tentar melhorar o mundo. A flagrante injustiça que todos nós precisamos combater é que as pessoas no sul do planeta são aquelas que são e serão as mais afetadas pela mudança climática enquanto são as menos responsáveis ??por causá-la ”, afirmou Greta.

De acordo com Kumi Naidoo, secretária-geral da Anistia Internacional, o prêmio é para celebrar pessoas que tenham uma liderança única e a coragem de lutar pelos direitos humanos.

"Não consigo pensar em ninguém melhor que Greta Thunberg e o movimento 'Fridays for Future' para receberem este prêmio", diz Naidoo.

Na última manifestação global pelo clima, em 24 de maio, mais de 1 milhão de jovens em todo o mundo foram às ruas pedindo ações concretas pelo clima, de acordo com a Anistia Internacional.

As manifestações foram realizadas em mais de 100 países, incluindo Austrália, Brasil, Índia, Nigéria, Paquistão, Reino Unido, Alemanha, Japão, Filipinas e Uganda.

Greta já foi indicada ao Nobel da Paz e neste ano venceu a primeira edição do Prix Liberté, ou Prêmio Liberdade. Na época, ela anunciou a doação dos cerca R$ 108 mil que ganhou a quatro organizações dedicadas à luta contra as mudanças climáticas: Care, Greenpeace, Adaptation Fund e 350.org.

Fonte: G1

E-mail: redacao@diarioarapiraca.com.br
Telefone: (82) 9-9672-7222

©2019 - Diário Arapiraca | Portal de Notícias. Todos os direitos reservados.