12/05/2019 19:45:49
Geral | Isve Cavalcante
Bora tomar uma? Polícia dos EUA procura voluntários para ficarem bêbados em treinamento
ReproduçãoPolícia dos EUA procura voluntários para ficarem bêbados em treinamento

Um departamento de polícia nos EUA está à procura de três voluntários que se disponham a ficar embriagados para um treinamento.

A polícia de Kutztown, na Pensilvânia, explicou que procura voluntários para beberem e interagirem com policiais para que eles saibam como se comportar diante de cidadãos embriagados.

Os voluntários devem estar disponíveis entre 14h30 e 19h.

O trabalho não será remunerado, mas todo o álcool consumido será gratuito.

Os voluntários devem ter entre 25 e 40 anos, ficha limpa na polícia e "disposição para beber até ficar bêbados".

Eles também precisam providenciar um amigo que os levem para casa em segurança depois do porre.

Crise na Argentina: por que é preciso ir a 3 supermercados para comprar um produto ?

Cerca de 90% dos argentinos dizem que contam com os mecanismos de promoção oferecidos pelos comércios ao fazer compras.

É o dobro do que ocorre nos Estados Unidos, país pioneiro em ofertas promocionais.

O formato das promoções em lojas e supermercados sofreu variações que beiram os limites da criatividade: o comércio oferece 70% de desconto no segundo produto, brindes, dois por um, longos parcelamentos sem juros, e por aí vai.

Como a Argentina sofreu inflação alta durante a maior parte dos últimos 30 anos, desenvolveu-se uma forte cultura de promoções e liquidações.

No Brasil uma campeâ é conhecida como "Bate - Estaca "

Jéssica Andrade, a Bate-Estaca, fez jus ao apelido.

Na luta principal do UFC Rio 10, na madrugada deste sábado para domingo, ela usou o golpe para nocautear a então campeã Rose Namajunas no segundo assalto e tomar o cinturão peso-palha (até 52kg) do Ultimate, depois de passar sufoco contra a americana.

A dificuldade encontrada para conquistar o título fez Jéssica aprovar a revanche imediata.

- Para mim foi muito bom lutar com a Rose hoje. Consegui realmente ver em detalhes, sentir a mão dela para saber o que fazer na próxima luta.

Com certeza o UFC vai dar a revanche. Eu aceito porque, para provar que ganhou, tem que fazer duas vezes a mesma coisa.

Vou estar bem preparada, focar mais na movimentação. Ela estava com a mão mais rápida.

Mas a estratégia era cansar no primeiro round e, do segundo em diante, já notei que os braços dela estavam mais lentos e ela aceitaou todos os chutes.

E-mail: redacao@diarioarapiraca.com.br
Telefone: (82) 9-9672-7222

©2019 - Diário Arapiraca | Portal de Notícias. Todos os direitos reservados.