OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-9672-7222 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 3,851 Arapiraca, 25ºC Parcialmente nublado

Notícias

07/07/2018 22:43
Alagoas
Mar Vermelho é atração do frio em Alagoas
Pequena e aconchegante cidade da Zona da Mata está 636 metros acima do nível do mar; em agosto tem Festival de Inverno
/ Foto: Reprodução

 São cinco os municípios que fazem parte do Circuito do Frio em Alagoas. A cidade de Mar Vermelho, carinhosamente denominada de Suíça Alagoana, se tornou o principal referencial desses roteiros turísticos. E sua principal atração é o clima serrano, que lhe rendeu a denominação acima. Por ser frio e seco, é aconselhado pelos especialistas para auxiliar no tratamento das doenças do aparelho respiratório.

Tem como destaque natural a Lagoa Vermelha, abençoada pelo Cristo Redentor no alto da cidade. As festividades também atraem muitos visitantes. Mas é o seu famoso festival de inverno, um grande evento que ficou marcado na sua história e o inseriu no roteiro cultural alagoano.

Localizada a 119 quilômetros de Maceió, Mar Vermelho, essa pequena e aconchegante cidade da Zona da Mata, está a 636 metros acima do nível do mar. A origem do nome deriva de uma lagoa que tinha muitos pés de gravatá, que, no outono, soltava suas folhas vermelhas sobre as águas, e, então, as pessoas começaram a chamar a lagoa de mar vermelho.

Com clima serrano, Mar Vermelho faz parte do circuito do frio e tem potencial para se transformar em polo turístico, para gerar emprego e renda. Mas, para isso precisa de investimentos na área de hotelaria, restaurantes, bares e similares, a fim de atender satisfatoriamente ao visitante.

foto 1
Clima serrano do município é diferente e cidade tem agradável surpresa em cada recanto de seu território (Foto: Divulgação / Prefeitura)

A cidade de Mar Vermelho é pequena e logo na entrada, a estátua do Cristo Redentor marca sua presença. E a cidade se apresenta como uma agradável surpresa em cada recanto. Alagoanos e turistas, amantes de baixas temperaturas, procuram por Mar Vermelho nessa época do ano. E voltam para a cidade no mês de agosto, quando acontece o Festival de Inverno.

Mas as noites frias, do chocolate quente, do fogão à lenha cozinhando produtos locais, e das serras ao longe, são a imagem da cidade. O lugar é lindo, com sabores de Minas Gerais, com trilhas que saem da cidade em direção ao alto das colinas. E independente do Festival de Inverno e mesmo de suas baixas temperaturas, a cidade alagoana é um destino com sabores, trilhas e cachoeiras para qualquer estação.

Para comer tem dois locais legais: o Sabor da Hora, no Centro e o restaurante Serras Alagoanas, no Sítio Durão. E para quem quiser ficar hospedado, a Pousada França, também no centro da cidade e o Chalés Mar Vermelho são as únicas duas opções.

História da cidade é ligada a uma lagoa vermelha

O município de Mar Vermelho tem sua origem ligada à história de Coutinho, um viajante que chegou à região por volta de 1800, construiu uma casa e iniciou a criação de gado e o cultivo da terra. Com a chegada de outros moradores, novas casas foram surgindo próximas a uma lagoa, que tinha, em suas margens, muitos pés de gravatás cujas folhas vermelhas caíam e formavam um grande ‘mar vermelho’ na lagoa, dando origem ao nome do município.

foto 3
Mar Vermelho tem sua origem ligada a um viajante que chegou à região por volta do ano de 1800 (Foto: Divulgação)

A propriedade foi transferida para o alferes Cazuza e, mais tarde, para o major Joaquim Canuto de Albuquerque Maranhão, que, em 1900, instalou o primeiro vapor de algodão.

Em pouco tempo, Mar Vermelho transformou-se em núcleo comercial. Em 1910, foi criada a primeira feira e até 1947 teve um bom movimento. Com a construção da estrada de ferro que passava por Viçosa, os comerciantes expandiram seus negócios e muitos chegaram a fechar lojas em Mar Vermelho, por conta do difícil acesso.

Ainda em 1910, um longo período de chuvas derrubou grande parte das encostas das serras e também da capela.

Uma nova matriz só foi construída em 1922. Em fevereiro de 1962, através da Lei 2.431, Mar Vermelho foi desmembrado de Anadia.

foto 2
Uma nova matriz só foi construída em 1922, após chuvas de 1910 derrubarem parte da capela original (Foto: Divulgação)

Fonte: Tribuna Independente / Texto: Claudio Bulgarelli – Sucursal Litoral Norte

 


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Alagoas