OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-9672-7222 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 3,261 Arapiraca, 22ºC Tempo nublado

Notícias

17/07/2017 11:07
Alagoas
Marco no governo Suruagy, levante de 17 de julho completa 20 anos nesta segunda
Cerca de dez mil servidores públicos fizeram um protesto para exigir o afastamento do governador. Jornalista lança livro-reportagem sobre o tema.
/ Foto: G1

 O protesto de servidores públicos civis e militares de Alagoas que tomaram a Praça Dom Pedro II, em frente à Assembleia Legislativa Estadual (ALE), em Maceió, para apoiar o processo de impeachment do então governador Divaldo Suruagy completa 20 anos nesta segunda-feira (17).

O levante aconteceu em 17 de julho de 1997, em meio a uma crise econômica no estado e quase nove meses de salários atrasados. Cerca de dez mil manifestantes protestavam pelo afastamento do governador. Houve confusão e tiroteio, e o Exército foi convocado para reforçar a segurança.

Em meio a um confronto armado, o governador decidiu enviar à Assembleia um ofício solicitando licença do cargo por tempo indeterminado.

Nesta segunda, será lançado o livro-reportagem “17 de julho – a gameleira, as lembranças e a história decidida à bala”, de autoria do jornalista Joaldo Cavalcante, a partir de 19h, no restaurante Anamá, na Ponta Verde, em Maceió.

“No momento do tiroteio, eu me refugiei com outros profissionais e nos protegemos para acompanhar aquele momento de tensão, porque era fogo cruzado”, conta o jornalista.

Cavalcante explicou que o movimento aconteceu diante de um governo que não conseguia promover o pagamento da folha dos servidores. “Um processo de exaustão que contaminou a folha estadual. Se o governo recebe folhadas atrasadas da gestão anterior, no curso de sua gestão , essas folhas chegaram em média a nove meses de folhas atrasadas de civis e militares”, relata.

Suruagy já tinha assumido o governo de Alagoas uma vez por indicação do governo federal, em 1975, por meio de eleição indireta. Em agosto de 1978 desligou-se do cargo de governador para disputar uma cadeira na Câmara Federal, tendo sido eleito.

Em 1982, ele assumiu novamente o Executivo estadual. Em 1994, ele foi eleito com a maior votação para o cargo no país. Mas não chegou a completar o mandato, que teve fim com o levante de 1997.

O ex-governador de Alagoas morreu aos 78 anos, no dia 21 de março de 2015. Ele estava no apartamento em que morava quando passou mal. Suruagy ainda foi socorrido, já chegou em óbito ao hospital.

 

 

 

 

 

 

Fonte: G1


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Alagoas