OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-9672-7222 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 3,221 Arapiraca, 26ºC Alguns chuviscos

Notícias

13/02/2018 07:45
Cidades
Começa a vigorar a tarifa de ônibus de R$ 3,65 em Maceió
Passageiros reclamam dos R$ 0,15 de aumento no transporte público da capital alagoana.
/ Foto: Reprodução G1

 Começou a valer nessa segunda-feira (12) o novo preço das passagens de ônibus em Maceió. O valor da passagem subiu de R$ 3,50 para R$ 3,65.

O aumento de R$ 0,15 vai afetar bastante a vida da dona Maria Leonardo. Trabalhadora doméstica que mora em Rio Largo ela diz que precisa pegar um micro ônibus até o bairro do Farol, desce e apanha um ônibus para chegar até o trabalho na Ponta Verde, área nobre de Maceió.

“Isso vai me prejudicar muito. Eu recebo diária e o meu patrão já me disse que vai querer diminuir a quantidade de dias que eu vou. Pense no prejuízo!”, lamentou a doméstica.

A também doméstica Maria do Socorro Ferreira que costuma fazer o mesmo trajeto entre a parte alta e a orla de Maceió reclama das condições dos ônibus e das viagens.

“O pior de tudo é que eles aumentam a passagem, mas eu não vejo melhoria nenhuma. Agora mesmo eu dei a mão e o motorista fez que não viu. Já faz uma hora que estou aqui esperando. É muito desrespeito”, reclamou Maria do Socorro.

Os ônibus que estão circulando na capital alagoana desde o começo da manhã desta segunda-feira estão com cartazes avisando os passageiros do novo valor.

Os cobradores ouvidos pelo G1 disseram que a maior dificuldade com o aumento da tarifa é passar troco por causa da falta de moedas.

O pernambucano Jarilson Ferreira veio de Garanhuns com a esposa e os filhos para passar o carnaval na casa de parentes em Maceió. Ele foi a praia pela manhã e conta que se assustou com o valor da passagem.

“Eu achei caro. Lá onde eu moro eu pago R$ 2, 50 e com o mesmo valor posso ir pra qualquer lugar. Já fui em Florianópolis, a passagem é até mais alta, mas a qualidade do transporte e dos terminais é outro nível”, relatou.

O aumento vem sendo discutido desde o começo do ano, as empresas tem alegado a perda de passageiros com os transportes clandestinos, o aumento no salário dos rodoviários e a alta dos combustíveis como justificativa e pediram que o aumento fosse maior que 4 reais. Mas o conselho de trânsito não concordou e definiu o valor em R$ 3,80.

O Ministério Público Estadual também entrou na discussão e recomendou a prefeitura que o valor não passasse dos R$ 3,62. No fim, o município decidiu pelos R$ 3,65 e publicou o decreto de aumento no Diário Oficial do sábado (10).

A doméstica Maria Vitória Peixoto disse que foi pega de surpresa com o aumento nessa segunda de carnaval.

“É assim mesmo que vem para os pobres. Eles decidem as coisas no meio de um feriado. Absurdo! Viver de salário mínimo está difícil. Mas é assim mesmo, não adianta reclamar”, opinou.

Fonte: G1


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Cidades