OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-9672-7222 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 4,072 Arapiraca, 25ºC Tempo nublado

Notícias

12/02/2018 23:42
Cidades
Homem morre após ser vítima de descarga elétrica no Pilar
Segundo a polícia, acidente aconteceu quando vítima manuseava gerador de trio elétrico; festejos foram cancelados nesta segunda-feira
/ Foto: Reprodução

 Um homem morreu, na tarde desta segunda-feira (12) de Carnaval, vítima de uma forte descarga elétrica, no município do Pilar, região metropolitana de Maceió. A informação foi confirmada por um agente plantonista do 23º Distrito Policial. A vítima, Francisco de Assis Batista, chegou a ser socorrida ao Hospital Nossa Senhora de Lourdes, mas não resistiu.

Segundo a Polícia Civil, o jovem foi eletrocutado enquanto manuseava o gerador do trio elétrico Stylo, palco da apresentação de dois artistas locais que se apresentariam nesta tarde, dentro da programação dos festejos que, no Pilar, seguem até a Quarta-feira de Cinzas.

Uma equipe do Instituto Médico Legal também foi acionada à ocorrência, recolhendo o corpo à unidade do IML em Maceió. O caso - que levou a Prefeitura Municipal a cancelar os festejos desta segunda-feira (ver nota abaixo) - deve ser investigado pela equipe do delegado José Carlos dos Santos.

Nota oficial da Prefeitura do Pilar

Lamentamos o incidente que levou a óbito, na manhã desta segunda-feira (12), o funcionário do Trio Elétrico Stylus, Francisco de Assis Batista, enquanto o mesmo tentava realizar um procedimento no gerador do veículo, que estava na Praça da Chã, no município de Pilar.

Ao mesmo tempo, informamos que todos os procedimentos de assistência à vítima foram ofertados pela Prefeitura de Pilar, que continua mobilizada em prestar solidariedade à empresa e à família de Francisco. Devido ao ocorrido, a programação do Carnaval promovido pela atual gestão para esta segunda foi cancelada.

TAC

Já na última quinta-feira (08), Prefeitura do Pilar, Polícia Militar e Ministério Público Estadual assinaram um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para disciplinar a folia naquela cidade, onde o desfile dos blocos carnavalescos, entre a Chã do Pilar e a orla lagunar, não pode ultrapassar as 18h, com a PM também assumindo a responsabilidade de fiscalizar os denominados "paredões" de som.


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Cidades