OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-9672-7222 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 3,340 Arapiraca, 31ºC Tempo nublado

Notícias

18/05/2017 14:30
Justiça
Celso de Mello: Mais do que nunca, instituições devem obedecer a Constituição
A divulgação de gravações feitas pela JBS implica o presidente Michel Temer e parlamentares como o senador Aécio Neves (PSDB-MG)
/ Foto: Conjur

 O Brasil se vê novamente frente à possibilidade de trocar de presidente, sem ser por meio de eleições. A divulgação de gravações feitas pela JBS implica o presidente Michel Temer e parlamentares como o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR). Em meio a esse cenário, o ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal alerta: mais do que nunca, as instituições devem obedecer à Constituição.

Celso diz que é preciso garantir que os integrantes dos Poderes do Estado obedeçam a Constituição Federal para garantir a preservação das liberdades fundamentais e dos direitos.

 

"MAIS DO QUE NUNCA, neste particular momento em que o BRASIL situa-se entre o seu passado e o seu futuro , OS CIDADÃOS DESTE PAÍS, AS INSTITUIÇÕES NACIONAIS E OS MEMBROS INTEGRANTES DOS PODERES DO ESTADO DEVEM PRESTAR OBEDIÊNCIA IRRESTRITA À CONSTITUIÇÃO E ÀS LEIS DA REPÚBLICA COMO CONDIÇÃO DE PRESERVAÇÃO DE NOSSAS LIBERDADES FUNDAMENTAIS E DE PROTEÇÃO AOS NOSSOS DIREITOS ! SOMOS TODOS SERVOS DA LEI PARA QUE REALMENTE POSSAMOS SER LIVRES (como acentuava Cícero, já no Século I a.C.) E , TAMBÉM , PARA QUE , com esse gesto de respeito solidário aos princípios de nossa Lei Maior, SEJAMOS VERDADEIRAMENTE CAPAZES DE PRESERVAR OS FUNDAMENTOS E A INTEGRIDADE DOS VALORES QUE CONSTITUEM O SOPRO INSPIRADOR DA ORDEM DEMOCRÁTICA E A RAZÃO LEGITIMADORA DO ESTADO DE DIREITO"!

 

 

Fonte: Conjur 


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Justiça