OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 4,111 Arapiraca, 20ºC Chuvas esparsas

Notícias

17/07/2019 13:06
Mundo
Cão que trabalhou no resgate em terremoto no México se aposenta
A Marinha Mexicana treinou Frida desde pequena para detectar pessoas vivas sob escombros; a cachorra trabalhou durante dez anos
A Marinha Mexicana treinou Frida desde pequena para detectar pessoas vivas sob escombros / Foto: Fuerzas Armadas de México
Divulgação

 Frida ajudou a resgatar mais de 50 pessoas no terremoto que assolou o México em 2017, sendo que destas, 12 estão vivas. Agora, a cadela socorrista da raça Labrador retriever, estrela da Marinha Mexicana, vai ter um descanso mais que merecido.

Depois de ganhar fama mundial por seu heroísmo, ela se aposentou no dia 24 de junho último, em meio a homenagens pelos 10 anos de trabalho em buscas e salvamentos. Frida foi membro da Unidade Canina da Marinha do México e ajudou nas missões de resgate na escola Enrique Rebsamen, na Cidade do México. O prédio da escola desabou durante o terremoto de 7,1 graus ocorrido em 2017, com 26 vítimas, entre elas, 19 crianças.

“Após 10 anos de serviço ativo, nossa amada labrador Frida começa uma nova fase, na aposentadoria”, disse o vice-secretário da Marinha do México, Eduardo Redondo, durante a cerimônia. Na celebração, a cadela usou seu uniforme pela última vez. Após retirá-lo, ganhou um brinquedo para aproveitar sua nova fase.

A Marinha Mexicana treinou Frida desde pequena para detectar pessoas vivas sob escombros. Além do México, ela cruzou fronteiras e participou dos trabalhos de resgate nos terremotos do Haiti, em 2010, e do Equador, em 2016. A valente cadela ficou conhecida também por usar uniforme, viseira de proteção e botas especiais para atravessar os escombros durante as ações. Sua imagem tornou-se um símbolo dos esforços de resgate das Forças Armadas Mexicanas.

"Frida, como marinheira naval, exaltou o nome de nossa instituição. Ela realizou a sua missão com honra, juntou-se ao coração do México. Bons ventos à nossa amada Frida", comentou Redondo. "Sua presença sempre deu esperança, em momentos de dor e incerteza trouxe alívio", completou o oficial.

"Hoje reconhecemos o louvável trabalho de Frida, resgatadora desta instituição que hoje é sinônimo de luta, esforço, unidade mas acima de tudo esperança. Obrigado Frida por todos os anos de serviço em que você ajudou a salvaguardar a vida de muitas pessoas! ” Escreveu a Secretaria da Marinha Mexicana no Twitter.


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Mundo