OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-9672-7222 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 3,867 Arapiraca, 21ºC Tempo limpo

Notícias

11/06/2018 09:45
Mundo
Papa aceita renúncia de três bispos chilenos
Em maio, 34 bispos do Chile apresentaram sua renúncia depois de reunião com o pontífice. Sob eles pairava a suspeita de terem encoberto casos de pedofilia cometidos por religiosos em suas dioceses.
/ Foto: Reprodução

 O Papa Francisco aceitou a renúncia de três bispos chilenos que teriam acobertado escândalos de abuso sexual, incluindo a de D. Juan Barros. A informação foi divulgada pelo Vaticano nesta segunda-feira (11).

Em maio, em uma iniciativa sem precedentes, 34 bispos do Chile apresentaram sua renúncia depois de participar de uma reunião de crise com o pontífice convocada após suspeita de terem encoberto casos de pedofilia cometidos por religiosos em suas dioceses.

Com o anúncio feito nesta segunda, ainda não está claro se o Papa Francisco vai ou não aceitar as outras renúncias, de acordo com a Reuters.

D. Juan Barros foi acusado por vítimas de acobertar os crimes de pedofilia cometidos pelo padre Fernando Karadima, que foi considerado culpado, mas não cumpriu pena porque os crimes estavam prescritos. O Papa Francisco chegou a defender Juan Barros, porém reconheceu, posteriormente, que cometeu "graves erros de avaliação" sobre o caso e convidou as vítimas a irem a Roma para pedir perdão a elas.

O padre Fernando Karadima foi acusado de cometer abusos sexuais de crianças e jovens na paróquia El Bosque, em Santiago, a capital chilena. Ele teve grande influência na igreja local e foi responsável por formar 50 sacerdotes - cinco dos quais se tornaram bispos. Depois que o escândalo veio à tona, o religioso foi condenado a uma vida de oração e penitência pela Justiça do Vaticano em 2010.

 


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Mundo