OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 5,243 Arapiraca, AL 27ºC Tempo nublado

Editorias

10/08/2020 09:32
Arapiraca
Ninguém entra: secretários de Teófilo lamentam atitude da vice-prefeita Fabiana
Fabiana Pessoa teria ido ao Centro Administrativo e determinado que os segurança fechassem os portões e não deixassem ninguém entrar para trabalhar
Centro Administrativo de Arapiraca / Foto: Reprodução
Laís Pita

Atualizada às 09h57

Na manhã desta segunda-feira (10) os servidores - comissionados e concursados - foram pegos de surpresa ao chegarem para trabalhar no Centro Administrativo de Arapiraca. É que na noite desse domingo (09) os cadeados foram trocados, pelo menos foi o que a Rádio 96 FM apurou no local. De acordo com informações, os seguranças seguiram a determinação da vice-prefeita Fabiana Pessoa, que assume hoje (10) como prefeita do município de Arapiraca, em virtude do falecimento de Rogério Teófilo. 

Fabiana teria ido até o Centro, na noite de ontem (09), Dia dos Pais, na companhia do seu esposo, o deputado federal Severino Pessoa, e seu segurança particular. 

A assessoria de comunicação nega, diz que essa determinação não foi dada por ela. Mas de acordo com informações que circulam nas redes sociais, os portões só foram abertos depois que a nota abaixo começou a circular. Nela, os secretários de Gestão Pública, Desenvolvimento Social e Desenvolvimento rural da gestão Rogério Teófilo repudiam a atitude de Fabiana. "Um fato lamentável, sem nenhuma honra e respeito ao povo de Arapiraca", diz um trecho da nota.

Em outro parágrafo, os secretários lamentam que além da pandemia, os arapiraquenses terão que enfrentar dias tenebrosos e perseguidores. 

Vale ressaltar que o atendimento ao público, pelo menos hoje, está suspenso no Centro Administrativo. 

Leia abaixo a nota na íntegra:

NOTA ABERTA DE REPÚDIO AOS ARAPIRAQUENSES

Na noite do dia de ontem (09/08/2020), de forma ilegal, imoral e de total demonstração de despreparo administrativo e espírito público, compareceu na calada da noite as dependência do Centro Administrativo da Prefeitura de Arapiraca, a futura prefeita, seu esposo e seu segurança, e determinou aos servidores que estavam trabalhando na segurança, que os portões fossem fechados a cadeado e por eles nenhum servidor poderia entrar na data de hoje para trabalhar.

Um fato lamentável e demonstrativo do que virá para cuidar dos destinos de nossa cidade nos próximos 4 meses e 20 dias, até seu muito provável desaparecimento da vida pública, sem nenhuma honra e respeito ao povo de Arapiraca.

Lamentamos que nós arapiraquenses, já passando por um período de bastante sofrimento nos últimos meses, em decorrência da pandemia, possamos ter terrível sorte por dias provavelmente tenebrosos e perseguidores que se avizinha a nossa frente.

Como dizia um sábio amigo, só podemos dar o que temos, o que aprendemos e o que sabemos. Portanto, se temos a alma de um déspota, não poderemos distribuir honradez, caráter e espírito público. Se não aprendemos a viver com dignidade, como distribui-la? Se não temos conhecimento, se não da truculência e da tirania, como poderemos distribuir o espirito democrático e tratar as pessoas como cidadão?

Lamentável a mudança brusca e abrupta que hora vivenciamos, onde saímos de um período de total transparência e respeito a comunidade, passando para um muito provável período de tirania.

Desejo boa sorte a todos os arapiraquenses aos dias que teremos a frente.

Antonio Lenine Pereira Filho
Anadja Gomes de Almeida
Carlos Henrique Lúcio da Silva

Cidadãos arapiraquenses por escolha.

 


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Arapiraca