OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 5,564 Arapiraca, AL 27ºC Tempo nublado

Editorias

07/08/2020 14:33
Polícia
Acusados de homicídios em Maceió são presos por equipe do DHPP durante operação
A operação foi realizada na manhã desta sexta-feira (7) e prendeu três pessoas envolvidas na prática de assassinatos na região metropolitana da Capital
/ Foto: Assessoria
Redação com PC/AL

Uma operação da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil, foi deflagrada na manhã desta sexta-feira (7) e prendeu três pessoas envolvidas na prática de assassinatos em Maceió.

O trabalho envolveu policiais civis da Delegacia de Homicídios, por meio de equipes da 1ªDHC, 2ªDHC, 6ªDHC, 7ªDHC e 8ªDHC, Tático Integrado de Grupos de Resgate Especial (Tigre), Asfixia e Operação Policial Litorânea Integrada (Oplit).

Na ação, um homem de 25 anos foi preso na Mata do Rolo, no município de Rio Largo. Ele assassinou Carlos Henrique Roque dos Santos, no dia 19 de abril de 2020, na residência da vítima, localizada na Rua Santa Júlia, Pinheiro, em Maceió.

De acordo com o delegado Eduardo Mero, coordenador da DHPP, o acusado efetuou vários disparos de arma de fogo na vítima. “O motivo teria sido uma discussão na semana anterior por causa de som alto. Os dois eram vizinhos”, relatou a autoridade policial.

Outro preso foi um homem de 26 anos que matou Marcos Antonio dos Santos Júnior, no dia 3 de janeiro deste ano, no Vale do Reginaldo, no bairro do Poço, na Capital. Segundo a investigação da DHPP, a motivação foi pelo fato da vítima ter contato com moradores de outros bairros dominados por facções criminosas rivais a do autor do homicídio. Ele já havia praticado outro crime, também no Vale do Reginaldo.

Um terceiro acusado foi preso no bairro da Chã de Bebedouro. Ele tem 27 anos e assassinou Haroldo Marinho Lima, em 17 de dezembro de 2019, no bairro do Rio Novo, em Maceió. "O motivo está relacionado à disputa por pontos de tráfico de drogas entre o acusado e a vítima", concluiu o delegado Eduaro Mero. 


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Polícia