OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 98876-8488 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 5,597 Arapiraca, AL 17ºC Parcialmente nublado
Editorias
21/06/2024 13:48
Polícia

Após quase 4 meses desaparecido, PM da reserva é encontrado morto, em Arapiraca

Para esconder o corpo, o criminoso cavou um buraco no quintal da casa, em seguida enrolou o cadáver em um saco plástico e o jogou no buraco
Casa onde o corpo do militar aposentado foi localizado / Foto: Van Rocha/ 96 FM
Redação

Um policial militar da reserva, identificado como Sérgio Murilo Nobre da Silva, 61 anos e que estava desaparecido desde o final do mês de fevereiro teve o corpo encontrado no final da manhã desta sexta-feira (21) concretado no quintal de uma residência na Rua Manoel Lucindo da Silva, no bairro Manoel Teles, em Arapiraca, no Agreste de Alagoas.

Segundo informações apuradas pela reportagem, a Polícia Civil já investigava o caso e durante a manhã de hoje (21), em rondas pelo bairro, os agentes perceberam a presença de um veículo em atitude suspeita sendo estacionado em frente à residência onde o corpo foi localizado, devido a este fato foi procedida a abordagem ao condutor, que acabou durante a conversa com os agentes acabou confessando o crime e revelando a localização do cadáver da vítima.

Ainda de acordo com informações de testemunhas, o suspeito de cometer o crime seria cunhado da vítima e teria matado o mesmo após uma discussão com dois golpes de faca no pescoço da vítima, fato este que será apurado pela Polícia Civil. O Corpo de Bombeiros foi acionado para o local e realizou a retirada do corpo do Militar aposentado.

Para esconder o corpo, o criminoso cavou um buraco no quintal da casa, em seguida enrolou o cadáver em um saco plástico e o jogou no buraco. Logo após cobriu o buraco com terra e fez um piso de concreto em cima da área.

A Polícia Militar foi acionada para a realização dos primeiros procedimentos no local do fato. O IC e o IML também foram acionados para os demais procedimentos. O suspeito pelo crime foi encaminhado para a Delegacia de Homicídios de Arapiraca (DHA).

O caso

Segundo informações divulgadas pela família em abril deste ano, Sérgio Murilo saiu de casa no dia 26 de fevereiro e não foi mais visto. A última informação sobre seu paradeiro apontava que ele havia viajado para Maceió, onde negociaria a venda de um apartamento.

Mensagens foram recebidas por um familiar e uma pessoa próxima após o desaparecimento, levantando suspeitas de que outra pessoa estaria usando o aparelho da vítima.

 


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Polícia
KTO
KTO