OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8808-7803 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 5,330 Arapiraca, AL 19ºC Tempo nublado

Editorias

20/05/2022 07:24
Polícia
Coronel Paulo Amorim assume Comando Geral da PM-AL
Durante cerimônia militar, governador Paulo Dantas sancionou a Lei que reorganiza o Q.O. da PM e CBM
Sucessor, Coronel Paulo Amorim no rito em que recebe o comando por seu sucedido, o Coronel Bittencourt / Foto:
Assessoria

 A Polícia Militar de Alagoas tem um novo comandante-geral. A solenidade de passagem de comando ocorreu durante solenidade militar realizada na manhã desta quinta-feira (19). O evento também marca um episódio histórico: a assinatura do novo Quadro Organizacional (Q.O.) das instituições militares (PM e Corpo de Bombeiros).

Durante o ato presidido pelo governador do Estado, Paulo Dantas e na presença do secretário de Segurança (SSP), Flávio Saraiva, o Coronel Wellington Bittencourt Maranhão de Araújo transmitiu o cargo ao Coronel Paulo Amorim Feitosa Filho.

A Polícia Militar de Alagoas tem um novo comandante-geral. A solenidade de passagem de comando ocorreu durante solenidade militar realizada na manhã desta quinta-feira (19). O evento também marca um episódio histórico: a assinatura do novo Quadro Organizacional (Q.O.) das instituições militares (PM e Corpo de Bombeiros).

Durante o ato presidido pelo governador do Estado, Paulo Dantas e na presença do secretário de Segurança (SSP), Flávio Saraiva, o Coronel Wellington Bittencourt Maranhão de Araújo transmitiu o cargo ao Coronel Paulo Amorim Feitosa Filho.

Após um ano e quatro meses à frente da briosa, o comandante-geral sucedido, Coronel Wellington Bittencourt juntamente com seu subcomandante, Coronel Thúlio Emery, agora assumem uma nova missão. O primeiro é o novo Ajudante-geral; já o segundo é o atual corregedor-geral da PM, função que já ocupou anteriormente.

Em suas palavras, o gestor da SSP, Flávio Saraiva, falou sobre as perspectivas estratégicas para a Segurança Pública no Estado de Alagoas, agora sob sua condução, enfatizando que as ações contarão com a participação efetiva da PM sempre de forma integrada às demais forças.

Sobre a transição, o governador enfatizou que os coronéis que agora deixam a condução da Instituição já estão marcados na História da Polícia Miliar e desejou sorte e compromisso ao Coronel Paulo Amorim: “Seja sempre um comandante próximo e que ouve a tropa e a sociedade. Empregue sua energia para promover ainda mais paz ao povo de Alagoas”, disse o chefe do Executivo estadual.

Dantas destacou que a Segurança Pública é prioridade na gestão e que a PM faz parte do novo cenário que Alagoas vivencia, diferente de um passado recente, quando o estado figurava entre um dos territórios mais violentos do País. “Os senhores realizaram uma grande transformação. Foi com empenho e dedicação de vocês que passamos a ser o estado que mais reduz a violência e mais promove paz e bem-estar para a sociedade. Meu compromisso é realizar os investimentos devidos, para que as polícias continuem atuando de forma integrada, com estrutura e equipamentos necessários à modernização da máquina pública para que tenham condições de estancar o crime de forma célere”.

Também durante cerimônia militar, governador Paulo Dantas sancionou a Lei que atualiza a organização interna da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas, o chamado Quadro Organizacional (Q.O) – uma demanda muito aguardada pelas tropas.

Passagem de Comando

 

Antes de seu discurso, o novo comandante-geral pediu um minuto de silêncio em memória aos dois agentes da Polícia Rodoviária Federal que foram brutalmente mortos no Ceará na última quarta-feira (18). “Hoje iniciamos uma nova etapa na Polícia Militar e tenho plena consciência do desafio que representa comandar quase 8 ml homens e mulheres com a missão constitucional de garantir, 24h por dia, a segurança de mais de 3 milhões de alagoanos”.

Ele também agradeceu ao governador Paulo Dantas, ao secretário Flávio Saraiva e ao trabalho de excelência desenvolvido pelos coronéis Bittencourt e Thúlio Emery durante o período em que estiveram à frente da PM. “Aos homens e mulheres da Corporação: sempre estive e estarei ao lado da Tropa. Sociedade alagoana: confie na PM, o policial militar é seu amigo”, completou o novo comandante-geral.

“Ser policial é, sobretudo, uma razão de ser. É, enfrentar a morte, mostrar-se um forte no que acontecer”, diz um trecho do Hino da Polícia Militar do Rio de Janeiro (PMERJ) que foi citado pelo coronel Paulo Amorim finalizando seu pronunciamento: “Meus comandados, o tempo urge. Vamos ao trabalho e que Deus abençoe nossa PM-AL”.

Em seu discurso de despedida, o coronel Bittencourt fez um agradecimento especial à sua família que compreendeu com paciência a missão que abraçou. O coronel Bittencourt mencionou conquistas e momentos que a PM vivenciou nestes 16 meses, mesmo em um cenário pandêmico, cercado por limitações quando quase 2 mil promoções contemplaram oficiais e praças, após um período de entraves nos certames. Falou ainda sobre a nobreza da missão que é ser policial militar, sobre disciplina e destemor daqueles que estão sempre prontos a ir onde ninguém vai – motivo do elogio á tropa, que publicou em Boletim Ostensivo Geral (BGO) na última segunda-feira (16).

Desejando boa sorte ao novo Comando Geral, disse: “Sei da competência e do coração da pessoa que conheci há 34 anos. Um homem que honra seu nome e sua farda e que, ladeado por seu subcomandante, fará um grande trabalho. Não tenho dúvidas de que a escolha de seu nome está à altura de conduzir nossa PM. Que Deus o oriente com sabedoria a cada dia mais”, concluiu o sucedido.

Além do rito militar que marca a passagem do comando, do sucedido para o seu sucessor, o evento encerrou com revista à tropa, seguida de desfile do efetivo pela área de ensino.

 

Comandante-geral: Coronel Paulo Amorim

 

Nascido em 04 de dezembro de 1966, o militar que a partir de agora conduz a Corporação quase bicentenária tem 55 anos de idade. É natural de Maceió, Alagoas e bacharel em Direito pelo Centro de Estudos Superiores de Maceió (CESMAC). É casado e pai de uma filha. É contemporâneo de seu antecessor: foi incorporado às fileiras da Polícia Militar de Alagoas em 02 de fevereiro de 1988, no Curso de Formação de Sargentos Combatentes.

 

Em 1989, ingressou Curso de Formação de Oficiais (CFO) na Escola de Formação de Oficiais da PM do Rio de Janeiro, onde foi declarado aspirante a oficial em 1º de dezembro de 1991. Seguindo com sua carreira no oficialato, integrou na APMSAM as turmas dos cursos de Aperfeiçoamento de Oficiais (CAO) de1999 e o Superior de Polícia (CSP), em 2006. Foi também o primeiro colocado no Curso de Operações Policiais.

 

Sua mais recente missão foi a de chefe da Assessoria Militar da Assembleia Legislativa do Estado de Alagoas (ALE/AL), mas sua trajetória é vasta e inclui: o Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (onde serviu antes da separação das instituições, ocorrida em 1993); Companhia de Polícia de Choque; Batalhão de Operações Policiais Especiais; Batalhão de Polícia Escolar; 1º Batalhão de Polícia Militar (BPM) e 4º BPM, ambos na capital; Corregedoria da Polícia Militar; Gabinete Militar do Governo (1994) e Assessoria Militar do Tribunal de Justiça de Alagoas (1995).

Entre as diversas funções de comando que desempenhou estão a da 4ª Companhia de Polícia Militar Independente (CPM/I). Em sua passagem à frente do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) fundou a companhia de Comando Tático Rodoviário da unidade especializada.

 

No interior, comandou o 2º BPM, o 3º BPM e o 9º BPM, neste, foi idealizador da criação da Companhia de Policiamento de Caatinga (atual Companhia de Operações Policiais Especiais do Sertão – COPES). O oficial também comandou o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), e por fim, o gabinete militar da Casa de Tavares Bastos.


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Polícia