OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 5,439 Arapiraca, AL 19ºC Tempo limpo

Editorias

13/07/2020 12:56
Polícia
Em 6 meses, PM apreende mais de 500 quilos de drogas e 800 armas
Números repassados pelos Grandes Comandos da Corporação foram divulgados mês a mês pelo Jornal O Alferes
Não importam as circunstâncias, a Polícia Militar continua garantindo a segurança da população em todos os 102 municípios alagoanos / Foto: Reprodução
Agência Alagoas

 A 24ª edição do Jornal O Alferes, informativo da Polícia Militar de Alagoas, trouxe o balanço das ações da Corporação no primeiro semestre de 2020. No total, a PM apreendeu mais de meia tonelada de entorpecentes, 818 armas de fogo e registrou mais de 2.400 prisões e apreensões, além de 22.173 infrações de trânsito e 5.400 resgates e apreensões de animais silvestres. Confira a reportagem:

Mesmo diante da pandemia do novo coronavírus, que desde o final do ano passado assola o mundo inteiro, a Polícia a Militar de Alagoas não deixou de cumprir com a sua missão constitucional de garantir a segurança pública, preservando a ordem pública e a incolumidade dos alagoanos e seus visitantes.

Enquanto muitos profissionais modificaram a forma de trabalhar, a PM reforçou os cuidados para manter os serviços em prol da sociedade. A execução dessa prestação de serviço trouxe bons frutos contra a violência no Estado, reduzindo assim os índices de criminalidade. Em sua atuação em todos os 102 municípios de Alagoas, a PM conseguiu apreender 522,602 quilos nos seis primeiros meses de 2020. Somente no mês de junho, foi registrada a apreensão de 180,914 quilos pelas guarnições da Corporação.

“Continuamos trabalhando em prol da população e contra o crime organizado. Estamos atuando nas ruas para defender a vida e isso com certeza tem surtido efeito. Graças ao empenho de cada integrante do nosso efetivo conseguimos apreender mais de meia tonelada de entorpecentes. Somente o 4º Batalhão, que abrange bairros de Maceió, apreendeu quase 200 quilos de drogas, cerca de 100 só no sexto mês do ano, em ações individuais e conjuntas”, afirmou o comandante-geral da PM, coronel Marcos Sampaio.

Ainda houve outras apreensões que contaram com o apoio de policiais militares, no entanto, os materiais ilícitos foram apresentados e contabilizados pelas coirmãs da Segurança Pública. Um exemplo é a apreensão de 560 quilos de cocaína feito numa ação conjunta entre o 9º BPM e a Polícia Rodoviária Federal (PRF), em Canapi, em fevereiro.

No primeiro semestre de 2020, a PM também conseguiu retirar 818 armas de fogo de circulação. Um dos destaques na Capital é o Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp) que chegou a marca de 162 apreensões. Já no interior, a maior apreensão ficou por conta do 3º BPM com cerca de 100 armas.

“São mais de oitocentas armas retiradas das mãos dos criminosos, que muitas vezes agem contra a vida das pessoas cometendo outros delitos, além do tráfico. Com esse número, temos uma média de mais de quatro armas apreendidas a cada dia deste ano, pouco mais de 136 por mês. As ações vão continuar no segundo semestre desse ano em que a PM está completando 188 anos de existência”, enfatizou o coronel Sampaio. ‘‘Essas apreensões também são resultado do trabalho conjunto que temos feito entre as unidades da Corporação, do Serviço de Inteligência e das ações integradas com as demais forças de segurança pública que atuam no Estado’’, finalizou o oficial.

Durante as ações, não só envolvendo apreensões de drogas e armas, mas também outros crimes como embriaguez ao volante e violência doméstica, a Polícia Militar registrou 2.435 prisões e apreensões de menores infratores, sendo a maior parte no interior do Estado.

Veículos recuperados e infrações de trânsito

Nos seis primeiros meses de 2020, equipes da Polícia Militar conseguiram recuperar 545 veículos roubados ou furtados. Carros, motocicletas, motonetas e até veículos pesados foram encontrados abandonados ou com criminosos, nas vias urbanas e rurais.

Boa parte dos veículos com queixa de roubo ou furto foi encontrada nos municípios interioranos. Somente nas regiões do Agreste e Sertão, o 3º e o 7º Batalhões da Corporação registraram 171 recuperações em ações distintas. Na Capital, o 5º BPM foi a unidade com o maior registro, chegando a 49.

Essa não foi a única irregularidade encontrada entre os veículos abordados pelas equipes policiais. Os militares flagraram diversas infrações de trânsito conforme a legislação vigente. No total, nesse primeiro semestre foram registraram 22.173 infrações. Grande parte dos autos de infrações foram confeccionados pelo Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), que tem colaborado bastante nesse período de pandemia nas barreiras sanitárias instaladas em rodovias estaduais e entradas de cidades.

Redução dos roubos a coletivos

Desde 2017, quando a PM intensificou o trabalho para conter as ações delituosas dentro dos ônibus coletivos, Alagoas tem registrado uma redução neste tipo de crime em todo o Estado. O primeiro semestre não seria diferente, registrando apenas 42 assaltos, segundo dados do Núcleo de Estatística e Análise Criminal (Neac) da Secretaria de Segurança Pública (SSP/AL).

Ainda de acordo com Neac, Alagoas registrou a marca histórica de nenhum assalto no mês de junho nos 102 municípios do Estado.

“É um grande resultado registrar um mês sem nenhuma ocorrência de assalto. Isso demonstra a importância do trabalho integrado entre as forças policiais e também a parceria com as empresas de ônibus, o sindicato dos rodoviários e a população. Mesmo diante de uma pandemia, seguimos cumprindo nossa missão e garantindo a segurança de passageiros e trabalhadores neste momento”, disse o secretário da Segurança Pública, coronel RR Lima Júnior.

Mais de 5 mil animais resgatados ou apreendidos

Uma boa notícia também vem dos trabalhos de proteção à natureza, desenvolvidos pelo Batalhão de Polícia Ambiental (BPA). Na primeira metade de 2020, a unidade especializada conseguiu resgatar e apreender 5.400 aves e animais silvestres.

Os animais foram resgatados após o acionamento da população, que encontraram eles em suas residências ou em vias públicas. Já as apreensões, foram registradas durante operações de combate a criação ilegal de animais, que eram mantidos em cativeiros. Todos eles foram soltos na natureza.

Parte desse trabalho foi conquistado após a criação da campanha “Pássaro preso na gaiola não canta, pede socorro!”. O objetivo da ação, iniciada em janeiro e que seguiu até março, foi chamar a atenção da população sobre a criação ilegal de aves silvestre em todo o Estado.

“O Batalhão de Polícia Ambiental de Alagoas empenha-se na proteção dos animais, mas a ajuda de todos é muito importante. Que as pessoas não comprem pássaros silvestres, denunciem criadores ilegais e traficantes de animais e não desmatem ou provoquem queimadas. Liguem para o 190 da Polícia Militar; para o Disque-denúncia, o 181; ou ainda através dos números 3315-4325 ou 98833-5879 que são do BPA. Estaremos prontos para atender todos os cidadãos”, enfatizou o comandante do BPA, o tenente-coronel Alexandre Saraiva.


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Polícia