OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 98876-8488 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 5,597 Arapiraca, AL 17ºC Tempo limpo
Editorias
31/05/2024 11:30
Polícia

Pai nega participação da avó paterna em envenenamento do filho

Criança passou mal após ingerir 'chumbinho' que foi colocado pelo genitor no mingau feito pela avó
/ Foto: Felipe Sóstenes
Redação com GazetaWeb

O pai e principal suspeito da morte do pequeno Anthony Levi, de quatro anos, negou a participação da avó paterna da criança no crime. Ela teria preparado o mingau, que, posteriormente, foi envenenado por Matheus Soares e que causou o óbito do próprio filho.

Em depoimento, ele confessou que colocou “chumbinho”, conhecido veneno para matar ratos, na refeição da criança. O suspeito comprou o produto na semana passada, no bairro do Jacintinho. Segundo a polícia, ele fez a compra na intenção de cometer o crime.

Em entrevista, o suspeito não soube explicar o motivo de ter cometido o crime, mas negou que a mãe dele tenha participação no caso. Conforme disse ao Cidade Alerta, da Record, a avó paterna não sabia da intenção dele de matar o filho.

O delegado Sidney Tenório contou que alguns parentes do acusado estão recebendo ameaças, mas ele afirmou que o jovem, de 23 anos, agiu sozinho.

Já a mãe de Anthony, Ingrid Nascimento, disse que nunca imaginou que o Matheus pudesse cometer um crime contra o filho. Segundo ela, os dois tinham uma boa relação e a criança amava o pai e, também, tinha o carinho retribuído.

O casal começou o relacionamento quando ela tinha 13 anos e o namoro durou oito anos. Ela decidiu pôr um fim na relação após a descoberta de uma traição.

Ela conta que o menino ficava com o pai, na casa dos avós paternos, aos finais de semana, voltando para casa somente na segunda-feira, depois da aula. No entanto, no dia da morte da criança, o pai o levou até a casa da mãe para vestir o fardamento e seguiu para a escola. Foi a última vez que ela viu o filho vivo.

“Ele tirou o que eu mais amava. Não imaginei que ele pudesse fazer uma coisa dessas com meu filho”, lamentou Ingrid.

 


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Polícia
KTO
KTO