OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 98876-8488 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 5,597 Arapiraca, AL 17ºC Parcialmente nublado
Editorias
02/06/2024 12:32
Polícia

Vizinhos escutam gritos, chamam PM e salvam gestante de agressão

Grávida de seis meses apresentava hematomas pelo corpo e teve que ser levada para o hospital
/ Foto: Ascom / PC/AL
Redação com GazetaWeb

Uma gestante de seis meses foi agredida pelo próprio marido, na madrugada deste domingo (2), na cidade da Barra de São Miguel, litoral Sul de Alagoas. A Polícia Militar (PM) foi acionada pelos vizinhos, que ouviram gritos vindos da residência da vítima.

Conforme o relatório do Centro Integrado de Operações da Segurança Pública (Ciosp), a guarnição foi acionada para uma ocorrência de violência doméstica. No local, os militares ouviram os gritos da vítima e foram direcionados ao imóvel pelos próprios vizinhos da mulher.

Na residência, os militares de depararam com a mulher grávida de seis meses e relataram que a vítima estava em estado de choque, com vários hematomas pelo corpo.

Devido aos ferimentos, os militares conduziram a vítima ao posto de saúde, onde foi feita uma pré-consulta e a gestante, em seguida, encaminhada ao Hospital da Mulher, em Maceió, onde realizou exames e ficou em observação.

Por sua vez, o agressor foi encaminhado à Central de Flagrantes, onde foi autuado e ficou preso, pelo crime de violência doméstica com base na Lei Maria da Penha.

Outros casos

Mais dois casos de violência contra a mulher foram registrados pela Polícia Militar. Um caso ocorreu na Chã do Pilar, onde uma guarnição estava em patrulhamento quando foi acionada por uma adolescente informando que sua mãe estava sendo agredida pelo padrasto.

Na residência, os militares encontraram a vítima e o suspeito, que confirmou as agressões. A mulher tinha machucados no rosto e foi conduzida à Unidade de Saúde Dr. José Lobo Ferreira, na cidade de Satuba.

Em seguida, os envolvidos foram levados à Central de Flagrantes, onde o autor foi detido pelo crime de lesão corporal praticado contra mulher.

O terceiro caso foi registrado no conjunto Maceió I, no bairro Cidade Universitária, em Maceió. A vítima contou à polícia que foi agredida e ameaçada pelo irmão. Disse, também, foi expulsa da casa junto com os filhos e a mãe.

Militares foram até o apartamento e foram recebidos pelo suspeito. Foi realizada revista no imóvel, mas nada foi encontrado. Os policiais, então, deram voz de prisão ao agressor por violência doméstica.


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Polícia
KTO
KTO