OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 5,239 Arapiraca, AL 23ºC Estrelado

Editorias

04/05/2021 12:25
Política
Cabo Bebeto lamenta postura do comandante do BPRv e pede seu afastamento
O parlamentar fez questão de esclarecer que diariamente recebe relatos encaminhados pela população, prefeitos e diversas autoridades apontando diversas irregularidades cometidas pelo BPRv
/ Foto: Igor Pereira
Assessoria

A má conduta e as ameaças feitas pelo comandante do Batalhão de Policiamento Rodoviário (BPRv) a colegas de farda e parlamentares foram apresentadas pelo deputado estadual Cabo Bebeto na sessão ordinária da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE) desta terça-feira, dia 04.

Cabo Bebeto fez uso da tribuna da casa para comentar que desde o dia 29 de abril tem circulado em grupos de WhatsApp um texto com relatos do comandante do BPRv, Cel. Liziário Júnior, onde ele se refere a uma suposta reclamação da população do litoral Sul, Barra Nova, Massagueira, Santa Rita e outros bairros que estariam sendo prejudicados com as abordagens do BPRv.

Diante disso, Liziário afirmou (no texto das redes sociais) que não tinha medo do Cel. Goulart e nem do Cel. Brito, a quem inclusive sugeriu a “encomenda” dos textos, e que os dois coronéis eram “dois vagabundos, bandidos e ladrões” e que não temia nada, pois “essa época acabou”. A publicação ainda diz que o Cel. Liziário, diante da sua tropa em forma, disse que assumia a sua fala e reforçou que não tinha medo do Cabo Bebeto, a quem também chamou de bandido.

Em seu pronunciamento, o parlamentar fez questão de esclarecer que diariamente recebe relatos encaminhados pela população, prefeitos e diversas autoridades apontando diversas irregularidades cometidas pelo BPRv.

“Depois da ‘viralização’ da postagem em diversos grupos, o cel. Liziário falou comigo e disse que isso não aconteceu de forma alguma”, esclareceu o deputado. No entanto, “lamento essa postura que é recorrente e insistente. O comandante perdeu a oportunidade de se desculpar e admitir o equívoco”, comentou Cabo Bebeto e lembrou que o maior número de transferências da história da Polícia Militar foi constatado no BPRv, no comando dele.

“Não sei a quem interessa a presença dele no BPRv e espero que seja investigado e retirado do comando, pois ele é um perseguidor. Ninguém na polícia é melhor que ninguém e o Batalhão não é de nenhum comandante e sim da Polícia Militar de Alagoas. É inadmissível que um servidor público use sua patente para difamar as pessoas, sejam elas quem forem”, defendeu Cabo Bebeto.

O deputado Francisco Tenório (PMN), em aparte, prestou solidariedade ao colega parlamentar e comentou que “não é possível admitir que o comandante faça acusações levianas a colegas de farda e reforçou que ele (Cel. Liziário) cometeu vários crimes, infringindo os regulamentos da PM, artigos do código penal e por isso deve ser processado criminalmente.

Tenório lembrou que tem provas de uma ação do comandante do BPRv no município de Chã Preta, onde invadiu residências sem mandado e torturou pessoas. “Numa operação Liziário apreendeu certa quantidade de droga, não se sabe se para próprio consumo ou para terceiros. Como essa pessoa continua no comando e ainda afrontando pessoas?”, questionou o deputado, colocando ainda que o militar representa uma ameaça a parlamentares, pois tem rancores com pessoas da Casa. “Não podemos conviver com isso e apelo ao governador que determine o afastamento do Cel. Liziário do comando do BPRv para que os policiais possam depor e dizer a verdade, pois não o fazem por medo de perseguição”, concluiu.


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Política