OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 5,636 Arapiraca, AL 21ºC Tempo nublado

Editorias

21/09/2021 06:24
Política
Bolsonaro faz discurso de abertura da Assembleia da ONU nesta terça
Presidente brasileiro será o primeiro a discursar no encontro que reúne líderes mundiais
/ Foto: ALAN SANTOS/PR - 20.09.2021

O presidente da República Jair Bolsonaro fará o discurso inaugural da 76ª Assembleia Geral das Nações Unidas na manhã desta terça-feira (21). No evento, tradicionalmente, o líder de governo brasileiro é o primeiro a falar. Na sexta-feira passada (17), Bolsonaro disse que o pronunciamento na ONU se basearia em "verdades": "Podem ter certeza, lá teremos verdades, lá teremos realidade sobre o que é o nosso Brasil e sobre o que nós representamos verdadeiramente para o mundo. "

Antes do discurso de hoje, Bolsonaro terá reunião com o Presidente da Polônia Andrzej Duda. O mandatário também tem na agenda um encontro reservado com o Secretário-Geral da ONU, Antônio Guterres.

O presidente chegou a Nova York na tarde deste domingo (19) acompanhado por ministros e autoridades. Entre os membros da comitiva, estão o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, o ministro-chefe da Casa Civil, General Luiz Eduardo Ramos, e os ministros da Economia, Paulo Guedes, do Meio Ambiente, Joaquim Leite, da Relações Exteriores Carlos Alberto França, do Turismo, Gilson Machado, e da Saúde, Marcelo Queiroga.

Boris Johnson

Ontem, Bolsonaro se reuniu com o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson. Foi o primeiro encontro bilateral entre o líder britânico e Bolsonaro. A reunião ocorreu na residência do consulado-geral do Reino Unido a portas fechadas e teve a participação de ministros brasileiros.

Johnson destacou o trabalho em parceria com o Brasil nas medidas de combate à pandemia. "Estamos trabalhando juntos nas vacinas," disse o primeiro ministro. De acordo com integrantes da comitiva brasileira entre os temas debatidos, houve questões ligadas ao clima.

Vacina

Bolsonaro chegou aos Estados Unidos no domingo (19) sem ter se vacinado contra a Covid-19. Por isso, o presidente está proibido de frequentar recintos públicos fechados. Ele chegou a ser fotografado comendo uma pizza em pé, com parte da equipe que o acompanha.

Mesmo sem ter se vacinado, o mandatário brasileiro não deve ter problemas para cumprir a agenda oficial na ONU, pois as regras estabelecidas pela prefeitura de Nova York, exigindo comprovante de vacinação para circular em prédios públicos, não se aplica à ONU. A organização é considerada território internacional, portanto não está sujeita às regras de nenhum país.

Aos diplomatas e membros de comitivas, o presidente da Assembleia-Geral, Abdulla Shahid, encaminhou comunicado reiterando que "a prova de vacinação é exigida para certas atividades em ambientes internos, incluindo a sede das Nações Unidas". Apesar da exigência não se estender aos chefes de Estado, a circulação de Bolsonaro ficará limitada por causa das exigências da Prefeitura de Nova York.

Prefeito de Nova York: 'se não quer se vacinar, nao venha'

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, disse, nesta segunda-feira (20), que os líderes mundiais não deveriam ir à Assembleia Geral da ONU caso não queiram se vacinar contra a Covid-19. O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, tem reiterado que não tomará a vacina até que toda a população brasileira esteja imunizada.

"Precisamos mandar uma mensagem a todos os líderes mundiais, principalmente a Bolsonaro, do Brasil, de que se você pretende vir aqui, precisa ser vacinado", disse De Blasio durante a coletiva de imprensa diária da Prefeitura. "Se você não quer ser vacinado, não se incomode em vir, porque todos devem estar seguros juntos", completou.

Diplomata testa positivo para Covid-19

Um dos diplomatas que atua no cerimonial da Presidência da República e foi para os Estados Unidos fazer preparativos para a viagem da comitiva testou positivo para Covid-19. O servidor está isolado no quarto do hotel e vai fazer um novo exame do tipo RT-PCR.

O diplomata não estava no mesmo voo do presidente para os Estados Unidos. Ele embarcou no dia 12, com a equipe que viaja antes do chefe do executivo para atuar na organização.

Fonte: R7


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Política