29/05/2024 08:25:08
Alagoas
Criança morre após passar mal em escola; IML analisa substância
O menino, segundo a família, completaria ano nesta terça-feira (28), quando ele foi velado
TV Gazeta
Redação com GazetaWeb

Anthony Levy Nascimento dos Santos, de 4 anos, morreu após passar mal dentro de um Centro de Educação Municipal Infantil (Cmei), localizado no bairro do São Jorge, nessa segunda-feira (27). O menino, segundo a família, completaria ano nesta terça-feira (28), quando foi velado. O Instituto Médico Legal (IML) disse que uma substância "estranha ao corpo" foi encontrada no organismo da criança e está sendo analisada pelo órgão.

O pai da criança, Matheus Soares, disse que foi acordado pelo filho, afirmando que era hora de ir para escola. "Dei banho nele, tudo direitinho, ajeitei ele e, no meio do caminho, passei na casa da mãe para buscar o fardamento dele. Ela trocou ligeirinho e levei ele para escola", relata Matheus à TV Gazeta.

A mãe do garoto, Ingrid Nataly, disse que Anthony era saudável e lembrou que nesta terça ele faria nova idade.

“Perfeitamente saudável, foi quando ele foi para a escola e aconteceu tudo isso. Hoje, dia 28 de maio, quando eu deveria estar comemorando o aniversário do meu filho, eu tou aqui velando ele”, disse a mãe.

A diretora pedagógica da Rede Municipal de Ensino de Maceió, Juliane Medeiros, disse que Anthony chegou à escola e participou de uma atividade programada pela professora dele. Ele estava com outras crianças, segundo ela, quando disse para a professora que não estava se sentindo bem.

"A partir daí, a atenção foi maior voltada para o Anthony. E ele voltou para a atividade. Depois ele voltou para a professora e disse que não tava se sentindo bem novamente. Primeiro ele disse que tava um pouquinho molinho, e na segunda vez ele disse que tava um pouco se tremendo. Nesse instante, a professora já chamou a coordenação pedagógica, chamou a diretora, avisou a escola, que ficou toda em atenção. Ela já retirou ele do espaço, já sentou com ele para ouvi-lo, porque até então ele estava falando normal. E a partir daí, que observaram que ele já estava um pouco mais diferente, correram para fazer o socorro”, relatou Juliane Medeiros.

A Secretaria Municipal de Saúde de Maceió (Semed) disse que Anthony foi levado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jacintinho, mas não resistiu.

Confira nota na íntegra:

Consternada, a Secretaria Municipal de Educação de Maceió (Semed) lamenta profundamente o falecimento, na manhã de segunda-feira (27), de Anthony Levy Nascimento dos Santos, de 4 anos, matriculado no CMEI Paulo Freire, localizado no Sítio São Jorge.

Anthony estava no CMEI quando passou mal e prontamente foi socorrido por professoras da própria unidade, para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) mais próxima, do Jacintinho, onde chegou a receber atendimento médico, mas não resistiu.

A equipe da Semed acompanhou a família de Anthony desde o início, tanto na UPA, quanto no Serviço de Verificação de Óbito (SVO) e, nesta terça-feira (28), no Instituto de Medicina Legal (IML), onde foram realizados exames para identificar a causa desta tragédia. Os laudos devem ficar prontos em duas semanas.

A Semed se solidariza com os familiares e reforça que segue à disposição, dando todo o suporte necessário.

O Intituto Médico Legal (IML) disse que, durante a necrópsia, foi encontrada, no suco gástrico, uma substância estranha ao corpo, que foi coletada e será analisada.

Veja nota do órgão:

Em relação ao exame cadavérico realizado no corpo do menino Anthony Levy Nascimento dos Santos, de 4 anos, com suspeita de morte por intoxicação, a chefia especial do Instituto Médico Legal Estácio de Lima informa que durante a necropsia foi encontrado no suco gástrico uma substância estranha ao corpo, que foi coletada e será encaminhada para análise no Laboratório de Toxicologia do Instituto de Criminalística. A causa da morte da criança será confirmada após o resultado desse exame complementar.

E-mail: [email protected]
Telefone: (82) 9-9672-7222

©2024 - Diário Arapiraca | Portal de Notícias. Todos os direitos reservados.