28/05/2024 09:14:52
Saúde
AL é o penúltimo Estado do NE em vacinação completa contra a Covid
egundo levantamento, apenas 47% da população completaram o esquema vacinal
Carla Cleto / Ascom Sesau
Redação com GazetaWeb

Alagoas é o penúltimo Estado do Nordeste com mais pessoas que tomaram todas as doses da vacina contra a Covid-19. Os dados são do módulo suplementar da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) de 2023, relacionado à Covid-19, e foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na sexta-feira (24).

Segundo o levantamento, apenas 47% da população completaram o esquema vacinal, e o Estado só ganhou do Maranhão, com 38%, em relação à baixa cobertura. Os dados foram coletados no 1º trimestre de 2023, segundo a pesquisa.

Pernambuco, por outro lado, é o Estado com a maior população vacinada, com 68%, seguido pelo Ceará, com 61%, da população afirmando estar com a vacinação em dia. Em seguida, vêm Piauí, com 59%, Paraíba, Rio Grande do Norte e Sergipe, com 54%, Bahia, com 53%, e posteriormente, Alagoas e Maranhão, como foi citado acima.

Quando se consideram os entrevistados que disseram ter tomado ao menos uma dose, sem completar o esquema vacinal contra a Covid-19, as proporções são ainda mais altas. Nessa lista, o Ceará (95%) ocupou o 3º lugar no Nordeste, atrás do Piauí (97%) e de Pernambuco (96%). Alagoas continua sendo o penúltimo, com 91%.

No cenário nacional, São Paulo (96%) e Minas Gerais (96%) também aparecem no topo do ranking, e o Ceará ficou em 5º lugar.

A resposta sobre a adequação ao número de doses recomendadas teve como base a percepção do entrevistado, sem necessidade de apresentar comprovante de vacinação e independentemente do fabricante das vacinas. O questionário também abordou os motivos alegados pelos entrevistados para não terem tomado todas as doses recomendadas do imunizante.

No Nordeste, as principais explicações são: esquecimento ou falta de tempo (25,4%); está aguardando ou não completou o intervalo para tomar a próxima dose (24,4%); não acha necessário, tomou as doses que gostaria e/ou não confia na vacina (19,8%).

"'Esquecimento ou falta de tempo' foi a principal explicação apresentada pelos entrevistados em 4 das 5 regiões brasileiras. A exceção foi o Sul, onde o motivo mais relatado foi 'não acha necessário, tomou as doses que gostaria e/ou não confia na vacina", detalha a pesquisa.

Nova campanha

O Ministério da Saúde lançou, na última sexta-feira, uma nova campanha de vacinação contra a Covid-19. Segundo a pasta, a meta é alcançar ao menos 70 milhões de brasileiros. As doses utilizadas serão as 9,5 milhões atualizadas para a variante XBB da Ômicron, da farmacêutica americana Moderna, que chegaram ao Brasil neste mês de maio.

E-mail: [email protected]
Telefone: (82) 9-9672-7222

©2024 - Diário Arapiraca | Portal de Notícias. Todos os direitos reservados.