16/03/2021 12:57:56
Cotidiano | Laís Pita
Mesmo com restrição, número de mortes não para de crescer, qual o motivo, então?
Reprodução Google Imagens A alta taxa de contaminação não está relacionada a demora no resultado do exame?

 Mesmo muitas cidades (acho que a maioria) do Brasil com medidas restritivas, o recorde de número de mortes não para de crescer. Todo dia o número é maior que o anterior.

Daí fico me perguntando o que pode resolver? se ficar em casa não resolve, se distanciamento social não resolve, se máscara não resolve, o que é, então, que vai controlar a pandemia?

Eu falo não resolve porque sabemos que seguir os protocolos básicos de segurança minimizam, mas não eliminam por completo a possibilidade de contágio pelo novo coronavírus.

Daí conversando com uma pessoa que testou positivo fiquei com uma pulga atrás da orelha e quis compartilhar com vocês. Ela não sentia nada, mas como seu marido testou positivo e chegou a ficar internado no HE do Agreste, no dia 6 de março ela foi até a Unidade Sentinela, em Arapiraca, e o resultado só saiu ontem. Isso mesmo, 9 dias para o resultado sair.

Detalhe que mesmo relatando que o esposo testou positivo e estava com medo de ser assintomática e transmitir o vírus, a primeira médica que atendeu a paciente disse que ela não precisava fazer o exame. Aí depois, com aquele aperto no peito, ela retornou e disse que tinha dado UM espirro, foi quando o profissional disse que nesse caso tudo bem, era melhor fazer o exame.

Enquanto aguardava o resultado, por estar 100% bem, a pessoa continuou circulando normalmente pelas ruas, cumprindo seus compromissos. 

A partir daí eu me pergunto se a alta taxa de contaminação não está relacionada a demora no resultado do exame. Se tá demorando, qual o motivo? Porque laboratório particular entrega no mesmo dia, com poucas horas depois da realização do exame. O que está faltando?

Sou leiga no assunto, então minha opinião não é nem como jornalista, mas é a de uma pessoa que não aguenta mais viver em uma pandemia, mas que não aglomera, usa máscara, lava as mãos, falta "comer" álcool e não debocha do vírus. Além disso, sou a favor da vacina, assim como defendo o tratamento precoce.

E-mail: [email protected]
Telefone: (82) 9-9672-7222

©2021 - Diário Arapiraca | Portal de Notícias. Todos os direitos reservados.