17/05/2021 08:38:26
Geral | Marcos Porto
Artigo expõe ‘conspiração’ global para esconder origem da Covid
ReproduçãoArtigo no Washington Posto expõe trama mundial para esconder origem da Covid-19

 Ainda um mistério, a verdadeira origem do vírus da Covid-19 divide opiniões. No entanto, novas evidência reforçam a teoria inicial de que o coronavírus do tipo Sars-Cov-2 foi criado em um laboratório em Wuhan, na China – possibilidade esta que já havia sido exposta pelo ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump.

O comentarista do programa Pânico, da rádio Jovem Pan, Paulo Figueiredo, esmiuçou o que tem sido relatado por diversos veículos norte-americanos, como a Fox News, Washington Post, New York Times e outros.

Figueiredo começou explicando sobre o recente artigo de um famoso editor de Ciências de jornais renomados.

 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Luiz Lima (@oficialluizlima)

O veterano editor da área científica do New York Post, que também já passou pelas revistas Science e Nature, Nicholas Wade, publicou um artigo no jornal Washington Post afirmando que há pouquíssimas dúvidas de que o vírus da Covid-19 realmente tenha surgido em um laboratório de Wuhan, província China.

No artigo, Wade expõe as ‘coincidências’ da pandemia que levam a crer que há uma espécie de conspiração global entre líderes, países, empresas e até a própria Organização Mundial da Saúde com o único interesse de esconder a verdadeira origem do vírus.

Uma das evidências é a de que há um laboratório em Wuhan que, antes da pandemia, fazia pesquisas sobre o coronavírus. Ao contrário do que foi informado na época, os primeiros infectados com a Covid-19 não estavam em um mercado em Wuhan consumindo sopa que tinha o morcego como ingrediente. Os primeiros infectados teriam sido trabalhadores do laboratório que conduzia pesquisas sobre o coronavírus – informação que os Estados Unidos já haviam divulgado no início da pandemia.

Ainda segundo o artigo de Wade, a pesquisa foi financiada e comandada pelos Estados Unidos, sob autorização do epidemiologista Anthony Fauci, que trabalhou para o governo Trump e agora faz parte do governo Joe Biden. O Congresso dos Estados Unidos recentemente passou a inquirir Fauci sobre sua suposta participação na pesquisa. Fauci nega qualquer envolvimento.

Além disso, há pelo menos cinco anos a China estaria conduzindo uma pesquisa sobre como fazer o ser humano, em vez do morcego, se tornar um hospedeiro para o Sars-Cov-2.

Outra evidência apontada por Figueiredo, com base no programa de Tucker Carlson, na Fox News, é que o artigo escrito na revista científica The Lancet, que afirmava que o Sars-Cov-2 teve origem animal, tem autoria de Peter Daszak. Daszak é nada menos do que o dono da empresa EcoHealth Alliance, de Nova Iorque. Esta é a mesma empresa que foi usada pelos Estados Unidos para financiar a pesquisa de risco em Wuhan.

Coincidentemente, Peter Daszak foi o único norte-americano a participar da expedição da OMS à China para averiguar a possível origem da Covid-19. O relatório final da missão foi inconclusivo sobre a origem laboratorial do Sars-Cov-2.

Fonte: Pleno News

E-mail: [email protected]
Telefone: (82) 9-9672-7222

©2021 - Diário Arapiraca | Portal de Notícias. Todos os direitos reservados.