OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 4,142 Arapiraca, 23ºC Tempo limpo

Notícias

09/08/2019 12:20
Brasil
'2 meses do pior dia da vida', diz namorada de ator morto por sogro
Em texto, Isabela Tibcherani cobra prisão do pai, Paulo Matias, que fugiu após matar rapaz e pais dele em 9 de junho em SP; ela fez tatuagem em homenagem ao ator
Isabela Tibcherani fez tatuagem em homenagem ao namorado Rafael Miguel, morto em 9 de junho em São Paulo pelo pai dela. 'Sempre juntos', diz a frase / Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

 “Completam-se 2 meses do pior dia das nossas vidas”, escreveu nesta sexta-feira (9) a estudante Isabela Tibcherani sobre os assassinatos do namorado, o ator Rafael Miguel, e dos pais dele, no último dia 9 de junho na Zona Sul de São Paulo.

Até a publicação desta reportagem, o pai de Isabela, Paulo Cupertino Matias, de 49 anos continuava foragido da Justiça. O empresário é procurado pela polícia por ter matado a tiros o ator de 22 anos e o casal João Alcisio Miguel, de 52 anos, e Miriam Selma Miguel, de 50.

“Como esperado, permanecemos sem respostas”, declara Isabela, no texto enviado ao G1.

Nele, a estudante de 18 anos cobra as autoridades para prenderem Paulo. “Foge do nosso entendimento o porquê de não ser dada a devida importância para um caso de tamanha comoção, que envolve tantas famílias e que gerou tanto sofrimento.”

Polícia fez simulação de possíveis disfarces usados por Paulo Cupertino para fugir após matar ator e os pais dele — Foto: Divulgação/Polícia Civil

13 tiros

Segundo a Polícia Civil, Paulo atirou 13 vezes nas vítimas porque não aceitava o namoro de sua filha Isabela com Rafael.

“Pensar que as pessoas que amamos não voltarão mais, que não estão apenas em uma viagem, é uma dor inexplicável”, comenta a estudante, que tem evitado a imprensa e prefere se comunicar com a mídia por meio de redes sociais, onde, aliás, não usa o sobrenome do pai, Matias.

"Respeitem a dor, respeitem as famílias. O único desejo que deve PREVALECER é o de justiça. Não se deixem alimentar pelo sofrimento alheio. A vida segue, inevitável e dolorosamente, mas não esquecemos, jamais, daqueles que amamos", escreveu Isabela, na última quinta-feira (8) em seu Instagram.

'Together, always'

Na web, Isabela chegou a postar a foto de uma tatuagem que mandou fazer em homenagem ao ator após o crime. A frase “Together, always [Sempre juntos, numa tradução livre do inglês para o português]” está tatuada perto do ombro da namorada de Rafael.

“Não podemos parar de viver. Por mais difícil que seja, temos responsabilidades e obrigações e é preciso segui-las”, diz a namorada no comunicado aos jornalistas.
Câmeras de segurança gravaram parte do crime cometido por Paulo. Imagens mostram as vítimas sendo atingidas por disparos e o comerciante fugindo

“Esperamos, sim, uma ação mais eficaz da justiça para nos trazer respostas e resolução. É o mínimo, já que não podem nos trazer de volta tudo que nos foi tirado”, afirma Isabela no texto.

Policiais já compartilharam informações e verificaram mais de 60 endereços em seis estados para tentar localizar o paradeiro do assassino. Além de São Paulo, tiveram informações das policias de Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná, Goiás e Mato Grosso do Sul.

A polícia paulista ainda divulgou fotos dos possíveis disfarces que o homem procurado pelos assassinatos possa utilizar para não ser reconhecido.

“A polícia ainda não concluiu o inquérito porque dependo do Instituto de Criminalística (IC) marcar a data da reconstituição do crime, o que ainda não ocorreu”, lamentou o advogado de Isabela, Elinton Lima dos Santos, em entrevista nesta manhã ao G1.

A investigação é feita pelo 98º Distrito Policial (DP), no Jardim Miriam, que já ouviu os depoimentos de testemunhas, entre elas Isabela e da mãe dela, Vanessa Tibcherani de Camargo, de 39 anos.

Bloqueio da conta bancária

A pedido da polícia, a Justiça bloqueou a única conta bancária em nome de Paulo. A ideia dos investigadores é que, sem poder movimentar dinheiro para continuar se escondendo, o comerciante decida se entregar.

Policiais ainda apuram a possibilidade de Paulo estar recebendo ajuda de outras pessoas para não ser preso. Para fugir, Paulo usou alguns carros, um deles com placas clonadas.

Ele já teve passagens criminais anteriores por outros crimes, como agressão e roubo. Em seu braço está tatuado ‘Marginal sempre marginal’.

A polícia pede a quem tiver informações sobre seu paradeiro para ligar 181, número do Disque-Denúncia. Não é preciso se identificar.

Leia abaixo a íntegra do texto de Isabela:

"Completam-se 2 meses do pior dia das nossas vidas e, como esperado, permanecemos sem respostas. Foge do nosso entendimento o porquê de não ser dada a devida importância para um caso de tamanha comoção, que envolve tantas famílias e que gerou tanto sofrimento.

Falo por mim, os dias têm sido incertos, ora penso estar bem, lidando com tudo da melhor forma, ora me vejo sem chão, ao pensar que tudo é real e não pode ser revertido. Pensar que as pessoas que amamos não voltarão mais, que não estão apenas em uma viagem, é uma dor inexplicável.

Penso que, o mínimo que podemos fazer, é depositar nossas esperanças e nossa fé em Deus, como temos feito (o que não torna nada mais fácil) mas, apenas confiar.

Esperamos, sim, uma ação mais eficaz da justiça para nos trazer respostas e resolução. É o mínimo, já que não podem nos trazer de volta tudo que nos foi tirado.

Não podemos parar de viver. Por mais difícil que seja, temos responsabilidades e obrigações e é preciso segui-las mas, o desejo latente, de todo momento, é que chegue o dia em que veremos a notícia que tanto esperamos.

Vale ressaltar, também, que não acho correto e justo tamanha cobrança da parte de pessoas de fora, tanto para comigo quanto para com a família do Rafael sobre o paradeiro do indivíduo.

Nós não temos as respostas. Se tivéssemos, claramente, teríamos feito algo a respeito."

Fonte: G1


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Brasil