OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 5,570 Arapiraca, AL 22ºC Tempo limpo

Notícias

08/03/2021 10:57
Brasil
Mãe e filho morrem esfaqueados após briga de vizinhos
Polícia de SP deve investigar se vizinho, de 18 anos, estaria usando drogas e Patrícia teria filmado ou se ele teria ouvido som alto
Mãe e filho morrem esfaqueados após briga de vizinhos na zona leste de SP / Foto: REPRODUÇÃO RECORD TV

 Mãe e filho morreram após serem esfaqueados dentro de casa, na Vila Regente Feijó, região da Água Rasa, zona leste de São Paulo, na madrugada desta segunda-feira (8). Um suspeito, de 18 anos, foi detido. O crime ocorreu na rua Barão do Serro Largo, número 380, às 4h20.

De acordo com informações preliminares da Polícia Militar, o vizinho de frente teria invadido a casa da família e cometido o crime após um desentendimento entre eles.

A mãe, identificada como Patricia Annunciato, de 48 anos, e seu filho, de 9 anos, morreram no local. Segundo informações da Record TV, o suspeito estava tentando fugir pelos fundos da casa, quando foi preso em flagrante.

No local, os vizinhos deram duas possíveis causas para o crime. A primeira é que o suspeito estaria usando drogas em frente à sua casa e Patrícia teria filmado para, posteriormente, denunciar à polícia. O jovem teria visto, entrado na casa e quebrado as câmeras de segurança. Com uma faca, ferido mãe e filho.

A segunda versão é de que o vizinho estaria ouvindo som alto na rua, como de costume, e Patrícia teria reclamado do volume, motivando o crime.

O suspeito quebrou uma janela para invadir a residência e acabou se ferindo. Ele foi socorrido e encaminhado ao Pronto Socorro do Hospital Tatuapé, onde passa por cirurgia. A PM informou que o suspeito não apresentava problemas mentais e estava consciente do crime cometido.

O pai da criança e ex-marido de Patrícia, Marcelo Sanches, informou que foi comunicado do crime por outra filha, que viu o caso na TV e reconheceu a casa.

Marcelo esteve com Patrícia por 16 anos - de 1998 a 2014 - e revelou que ela sempre foi uma pessoa do bem. Ele também informou que ela nunca tinha se queixado do vizinho. O homem afirmou que estava sempre na casa da ex-esposa e que o filho completaria 10 anos no dia 10 de agosto.

O local é preservado para a chegada da perícia. O caso é apresentado no 31° DP (Vila Carrão).

Fonte: R7


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Brasil