OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 5,439 Arapiraca, AL 19ºC Tempo limpo

Notícias

03/07/2020 12:13
Cidades
Motoristas de transporte complementar irão fechar as principais rodovias de AL
O protesto, que vai acontecer na segunda-feira (06), é contra a decisão do Governo do Estado de manter o transporte intermunicipal parado
No dia 12 de maio, os transportadores complementares fizeram uma carreata pelas ruas de Arapiraca em protesto contra a falta de respostas do governo do Estado de Alagoas / Foto: Cledson Costa/Rádio 96Fm Arapiraca
Flaviana Costa

Em áudios que estão circulando pelas redes sociais, nesta sexta-feira (03), motoristas de transporte complementar (vans) avisam que estão organizando um protesto e pretendem fechar as rodovias nas entradas das principais cidades do estado de Alagoas.

O protesto é contra a decisão do Governo do Estado de manter o transporte intermunicipal parado como medida preventiva para evitar maior disseminação do coronavírus e os transportadores complementares são os mais afetados por esta medida.

Nos áudios, os motoristas de transporte complementar dizem que o governador Renan Filho vai permitir a volta do transporte complementar somente no final de agosto. Eles não aceitam isso porque estão passando por muitas dificuldades financeiras e precisam voltar a trabalhar.

Em um dos áudios, um representante dos motoristas relata que as rodovias serão fechadas nas cidades de Santana do Ipanema, Delmiro Gouveia, Palmeira dos Índios, Arapiraca, São Miguel dos Campos, Maceió, Porto Calvo e Rio Largo. “Todas as rodovias, vamos fechar os quatro cantos de Alagoas”, avisa.

Em outro áudio, o representante dos motoristas convoca os transportadores complementares de Estrela de Alagoas e Cacimbinhas, e aponta que, se for da vontade do governador, eles só voltarão ao trabalho em setembro. “Se for assim, nós vamos perder tudo o que conquistamos com muito trabalho. Por isso, vamos lutar pelos nossos direitos”, destaca.

Ele também denuncia que “a pirataria tomou conta do estado, transportando passageiros por todos os cantos. Os ônibus coletivos de Maceió circulam ‘topados’ de passageiros, muita gente em pé, mas somente nós não podemos trabalhar para não disseminar o coronavírus. Vamos nos unir, 100% unidos por essa causa que é nossa”, ressalta o representante dos motoristas de transporte complementar.

No dia 12 de maio, os transportadores complementares fizeram uma carreata pelas ruas de Arapiraca em protesto contra a falta de respostas do governo do Estado em relação às reivindicações da categoria, que já estava sem poder trabalhar

Foto: Cledson Costa/Rádio 96Fm Arapiraca

 


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Cidades