OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 5,092 Arapiraca, AL 19ºC Tempo nublado

Notícias

07/05/2021 12:48
Curiosidades
É falso que suco de cebola e alho cure falta de ar causada por Covid-19
Homem responsável pela gravação do vídeo foi preso no estado da Paraíba por vender curas “milagrosas” contra diversas doenças
/ Foto: Ilustração
Agência Alagoas

 Circula no WhatsApp o vídeo de um homem identificado como “Dr. Raiz” que ensina e recomenda o suco de cebola com alho como remédio contra a falta de ar, um dos sintomas da Covid-19. A informação é falsa. O responsável pelo conteúdo foi preso em maio de 2020 no município de Santa Rita, na Paraíba, e foi indiciado por crime contra a saúde pública.

O homem narra a receita no vídeo e garante que ela cura fibrose pulmonar provocada pela Covid-19, sem a necessidade de procurar um hospital. “Quando estiver sentindo falta de ar, você vai pegar uma cebola pequena e um dente de alho, triturar no liquidificador com 200ml de água, coar e tomar. Se não for diabético, pode acrescentar quatro a cinco colheres de mel para matar o gosto forte. Tome de uma vez e você fica bom em poucos minutos”, promete o “Dr. Raiz, o Lula de Marcos Moura”.

O conteúdo é falso e é mais uma das inúmeras ideias de cura da Covid-19 sem recomendação médica que circulam nas redes sociais. A história já foi desmentida em checagem do Portal G1, que ouviu a pneumologista Patrícia Canto Ribeiro, da Escola Nacional de Saúde Pública. "A pessoa que tem Covid deve procurar um serviço de saúde o mais breve possível. O fato de ficar tentando amenizar sintomas com receitas caseiras certamente vai agravar o quadro e pode levar o paciente à morte, inclusive em casa ou levar o paciente já em situação crítica para o hospital”, afirma.

Patrícia alerta que a fibrose pulmonar já é um quadro avançado da doença: "O quadro inicial do comprometimento pulmonar pela Covid é uma pneumonia viral, que pode ser agravada por pneumonias bacterianas, que podem progredir para uma fibrose pulmonar. A única coisa que pode salvar essa pessoa é um atendimento hospitalar o mais breve possível, colocação em oxigênio ou até mesmo uma intubação”.

O vídeo possivelmente foi gravado ainda no início da pandemia e o responsável também já divulgava as falsas promessas de cura nas redes sociais, além de vender em um estabelecimento os produtos que curariam até câncer e Aids. Após investigações e uma ação com a participação do Ministério Público do Estado da Paraíba, Polícia Civil e Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa/PB), o homem foi preso e o estabelecimento interditado. O caso aconteceu no município de Santa Rita (PB).

Alagoas Sem Fake

A editoria Alagoas Sem Fake verifica, todos os dias, mensagens e conteúdos compartilhados, principalmente em redes sociais, sobre assuntos relacionados ao novo coronavírus em Alagoas. A iniciativa tem o objetivo de combater a desinformação. O cidadão poderá enviar mensagens, vídeos ou áudios a serem checados por meio do WhatsApp, no número: (82) 98161-5890.


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Curiosidades