OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 5,599 Arapiraca, AL 22ºC Parcialmente nublado

Notícias

01/01/2021 08:35
Eleições
Prefeitos eleitos tomam posse nesta sexta-feira (1º) em todo o país
Com pandemia e aumento de casos de covid-19, algumas cerimônias serão virtuais ou híbridas nos mais de 5 mil municípios
Mais de 5 mil prefeitos em todo o país tomam posse nesta sexta-feira (1º) / Foto: ROQUE DE SÁ/AGÊNCIA SENADO - 29.11.2020

 Os 5.568 prefeitos eleitos em todo o Brasil tomam posse do cargo nesta sexta-feira (1º). Por causa da pandemia do novo coronavírus e o aumento de casos de covid-19 no país, as tradicionais cerimônias de posse nas Câmaras Municipais serão diferentes. Em algumas cidades, o evento será virtual ou híbrido, com a presença de poucos convidados para evitar aglomerações.

Em São Paulo, a maior cidade do país, o prefeito reeleito, Bruno Covas (PSDB), participa da posse que será às 15h na Câmara de Vereadores, no centro da capital. Foram adotadas medidas mais restritivas e está proibido o acesso de pessoas na galeria do Plenário 1° de Maio. Também foi limitada a entrada ao gabinete parlamentar para um funcionário e apenas um convidado.

A recomendação é que as autoridades eleitas optem preferencialmente pelo sistema virtual. Na capital paulista, a sessão solene será transmitida pelo YouTube. Covas fará apenas o discurso acompanhado do vice-prefeito, Ricardo Nunes (MDB). Nenhum outro evento oficial foi agendado.

No Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM) reassume o cargo, até então ocupado por Marcelo Crivella (Republicanos), que está em prisão preventiva domiciliar diante da acusação do Ministério Público de que ele participava de um esquema de propinas na prefeitura carioca. Ele não tem permissão para deixar a residência e usa tornozeleira eletrônica.

Paes toma posse do cargo às 10h no Plenário do Palácio Pedro Ernesto, assim como o vice-prefeito Nilton Caldeira (PL). A cerimônia também será transmitida em tempo real nas redes sociais. À tarde haverá outro evento, desta vez no Palácio da Cidade, onde o prefeito eleito vai empossar os secretários e discursar.

Covid-19 e mortes

Um caso peculiar é o do prefeito eleito de Goiânia, Maguito Vilela (MDB), que está internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do hospital Albert Einstein, em São Paulo, em tratamento por complicações da covid-19.

Maguito poderá tomar posse do cargo por videoconferência, já que está internado desde 27 de outubro e ainda sem previsão de alta. Foi preciso uma mudança no Regimento Interno da Câmara Municipal de Goiânia, que criou uma exceção por causa da pandemia. É preciso apresentar atestado médico para participar da cerimônia virtual e assinar o Livro de Termo de Posse assim que possível.

Já o prefeito de Passa Quatro, em Minas Gerais, Antônio Claret Mota Esteves (PV), de 62 anos, morreu na véspera do pleito, mas foi reeleito com 60,8% dos votos válidos. Segundo a direção do partido, a legenda já havia substituído a liderança da chapa por Henrique Nogueira Gonçalves, mas a Justiça Eleitoral não teve tempo hábil para mudar a foto nas urnas.

Também em Minas, o prefeito reeleito de Santa Maria do Suaçuí, Aristóteles Temponi Catarina (MDB), conhecido como Palitó, de 66 anos, morreu vítima da covid-19. Ele estava internado há mais de um mês em um hospital em Belo Horizonte, onde tratava os sintomas da doença.

Já na Grande São Paulo, o então prefeito de Mairiporã, Antonio Shigueyuki Aiacyda, de 71 anos, morreu após complicações respiratórias da covid-19.

Veja a lista completa dos prefeitos eleitos nas capitais brasileiras:

Aracaju (SE): Edvaldo Nogueira (PDT)
Belém (PA): Edmilson Rodrigues (PSOL)
Belo Horizonte (MG): Alexandre Kalil (PSD)
Boa Vista (RR): Arthur Henrique (MDB)
Campo Grande (MS): Marquinhos Trad (PSD)
Curitiba (PR): Rafael Greca (DEM)
Cuiabá (MT): Emanuel Pinheiro (MDB)
Florianópolis (SC): Gean Loureiro (DEM)
Fortaleza (CE): Sarto Nogueira (PDT)
Goiânia (GO): Maguito Vilela (MDB)
João Pessoa (PB): Cicero Lucena (Progressistas)
Maceió (AL): JHC (PSB)
Manaus (AM): David Almeida (Avante)
Natal (RN): Álvaro Dias (PSDB)
Palmas (TO): Cinthia Ribeiro (PSD)
Porto Alegre (RS): Sebastião Melo (MDB)
Porto Velho (RO): Hildon Chaves (PSDB)
Recife (PE): João Campos (PSB)
Rio Branco (AC): Tião Bocalom (PP)
Rio de Janeiro (RJ): Eduardo Paes (DEM)
Salvador (BA): Bruno Reis (DEM)
São Luís (MA): Eduardo Braide (Podemos)
São Paulo (SP): Bruno Covas (PSDB)
Teresina (PI): Dr. Pessoa (MDB)
Vitória (ES): Delegado Pazolini (Republicanos)

Fonte: R7


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Eleições