OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 4,142 Arapiraca, 31ºC Tempo nublado

Notícias

23/08/2019 06:10
Entretenimento
"A gravidez me curou da anemia e de distúrbios”, afirma Luiza Possi
Cantora também revelou um desejo inusitado que teve durante a gestação e falou sobre a "cobrança da mídia" sobre o corpo dela
"Há um mês minha vida mudou em instantes e para sempre", afirmou a mamãe de Lucca / Foto: Reprodução/Instagram

 Luiza Possi revelou que passou a cuidar melhor da saúde depois que descobriu que esperava por Lucca, seu primeiro filho, que nasceu em junho deste ano. “A gravidez me curou da anemia e de distúrbios”, afirmou. A declaração foi dada pela cantora durante um evento promovido pela Bayer, na última terça-feira (20), em São Paulo.

A filha de Zizi Possi ainda contou que sentiu desejos inusitados durante a gravidez, como, por exemplo, comer fígado de galinha com sorvete de coco. Nessa fase, ela precisou fazer uso de suplementos alimentares, que continuarão na rotina de cuidados que segue pelos próximos seis meses do pós-parto.

Luiza ganhou 24kg na gestação e disse não estar preocupada em ter um corpo capa de revista, apesar de sentir uma cobrança por parte da mídia. “O que eu vejo é muitas mães querendo ditar ordens do que é e do que não é, e eu não quero ser assim”, afirmou. A cantora também mandou um recado para as mamães: “Você é a mãe e nada disso pode ser maior do que o elo com seu filho”.

A alimentação antes, durante e após a gravidez

O ginecologista Dr. Eduardo Borges da Fonseca, professor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), afirma que o ideal é realizar um preparo de três meses antes de iniciar uma gestação. "Para colocar em ordem o metabolismo e tirar o máximo de benefícios da nutrição”, explica.

Nesse período, a atenção da futura mamãe deve ser voltada aos níveis de ácido fólico, um integrante do complexo B que atua na formação do sistema nervoso do bebê.

A vitamina B12 também é aliada importante para a formação fetal da criança. Para os papais, é recomendado uma ingestão maior de vitamina E, Zinco, Ferro e Selênio.

Esses cuidados prévios são importantes porque, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 90% da população brasileira não consome vitaminas e sais minerais suficientes para uma vida saudável.

Durante os nove meses de gestação, o principal aliado é Ômega 3, que atua na prevenção de um parto prematuro e favorece o ganho de peso adequado do bebê.

A vitamina A, Zinco, Cálcio e Selênio também são importantes. “O bebê aproveita os nutrientes e forma uma poupança de saúde”, explica Borges.

O período mais longo de cuidados com a alimentação é no o pós-parto: durante os 730 dias seguintes, a nutrição da mãe é importante para garantir o próprio bem-estar e a saúde do bebê, já que ela estará amamentando.

Os parceiros dessa fase são o Ferro, a Vitamina A, Zinco, Cálcio e o Ômega 3.

Fonte: R7


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Entretenimento