OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 4,142 Arapiraca, 37ºC Ensolarado com muitas nuvens

Notícias

30/11/2019 09:34
Entretenimento
Bailarina do Faustão se divide entre ensaios e sua atuação como missionária
Ela é líder no ministério Projeto Crescente e se forma em Estética no próximo ano
Juliana Olimon faz parte do Balé do Faustão desde 2018 / Foto: Reprodução Instagram

Com apenas 26 anos, a bailarina do Faustão Juliana Olimon possui uma bagagem de histórias e experiências incríveis na vida, começando por sua infância. Ela cresceu na Base Aérea de Pirassununga, interior de São Paulo, onde seu pai Edson atuava como sargento. Por volta dos 15 anos, seus pais se separaram e ela foi com a mãe Luci e os irmãos Rafael e Maria Clara para a região central da cidade.

Juliana cresceu fazendo aulas de dança e, por volta dos 16 anos, começou a se profissionalizar. Foi quando fez parte de um grupo de axé. Logo após, entrou para uma banda show, que se apresentava todo final de semana em festas e formaturas.

"Foi uma escola para mim. Fiquei 6 anos na banda e fazia de tudo, montava as coreografias e dançava."

Em 2015, sua vida começou a mudar, e muito. A família ficou no interior, Juliana foi para São Paulo e entrou no balé de um programa de TV. Seu talento foi rapidamente descoberto e além do balé, ela passou a integrar a equipe de dança do cantor Latino.

"No começo, eu não tinha nem onde morar, vim na cara e na coragem. Fiquei morando de favor um tempo, mas depois arrumei um lugar para ficar".

Claro que os perrengues começaram a surgir. A bailarina contou que foi um período bem sofrido, mas que sempre se virou. Inclusive, no começo, precisou dividir apartamento onde viviam oito meninas em um quarto e lembra do período com gratidão: "Era o que eu tinha para sobreviver".

Quando ainda estava no interior, Juliana estudou Educação Física, mas precisou trancar a faculdade com a mudança. Já em São Paulo, começou o curso de Fisioterapia, mas não se encontrou na profissão e não teve medo de recomeçar mais uma vez.

"Ano que vem me formo em Estética, e um dos meus sonhos atualmente é construir minha clínica, ter meu negócio e ficar totalmente independente."

Sozinha em São Paulo e enfrentando lutas diárias, Juliana contou com exclusividade para o Gshow que passou por um momento novo, onde começou a buscar Deus para completar o vazio que tinha. Em 2018, ela começou a estudar a Bíblia e semanalmente participava de grupos de estudos. Junto com outras pessoas que também se interessavam, o grupo não parou de crescer. Foi quando nasceu o Projeto Crescente.

"O Projeto Crescente é uma igreja onde a gente se reúne, recebe as pessoas, faz estudos bíblicos, ora por quem precisa. É maravilhoso!"

Além dos cultos e reuniões, Juliana participa com os amigos e membros da Igreja de alguns projetos que levam mais dignidade e esperança para as pessoas que precisam.

"Vamos para rua levar comidas, vamos na Cracolândia oferecer ajuda para quem quer se recuperar em clínicas."

Nesse período, a morena fazia algumas participações no Ding Dong e logo depois fez o teste e entrou para o Balé do Faustão no início de 2018. Esse foi realmente um ano em que sua vida mudou completamente.

"Acredito que foi por causa da minha busca constante por Deus."

Durante a semana, ela divide seu tempo entre os ensaios do Balé, o curso de Estética e o Projeto Crescente, onde é uma das líderes e missionária.

Com uma alimentação bem restritiva por ser intolerante à lactose, Juliana revela que ama comer de tudo e que não passa vontades por entender que a vida é um equilibro. Ela sempre dançou, o que a ajuda a manter o corpo e, além da dança, também frequenta academia.

Hoje em São Paulo, ela divide apartamento com outras três amigas e celebra ter seu espaço de descanso onde,além de relaxar, recebe as amigas. E, falando em amigas, no último ano, Juliana compartilhou um momento muito especial com Gabe Cardoso, também do Balé. Juntas, elas foram convidadas para serem madrinhas da turma de cadetes da Academia da Força Aérea. E como ela já morou por lá, o convite teve um gostinho muito mais especial.

Solteira, Juliana adora ir para o cinema e aproveitar um superbalde de pipoca, conhecer novos restaurantes, viajar, fazer trilhas. Sempre programas não muito agitados.

Fonte: GShow


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Entretenimento