OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 5,650 Arapiraca, AL 30ºC Tempo nublado

Notícias

24/11/2021 07:18
Justiça
Acusado de matar vigilante em Ipioca é condenado a 19 anos de prisão
Crime teria sido motivado por vingança; julgamento ocorreu nesta terça (23), no Fórum da Capital
Sessão do júri ocorreu no Fórum de Maceió, no Barro Duro / Foto: Ilustração: Clara Almeida
Assessoria TJ/AL

O Conselho de Sentença do 1º Tribunal do Júri de Maceió condenou José Ronaldo Pimentel dos Santos a 19 anos e três meses de reclusão pela morte do vigilante Wyllams Meira Feitosa, ocorrida em 2019, em Ipioca. O réu não poderá apelar da decisão em liberdade.

A sessão do júri foi realizada nesta terça (23), no Fórum da Capital. Os jurados rejeitaram a tese de negativa de autoria e condenaram José Ronaldo por homicídio qualificado. O julgamento foi conduzido pelo juiz Ewerton Carminati.

"A culpabilidade do acusado, considerada como grau de reprovabilidade a ser imprimido sobre sua conduta, é elevada, tendo em vista que foram aplicados quinze golpes de arma branca na vítima, demonstrando extrema brutalidade na conduta", destacou o magistrado.

De acordo com os autos, o crime teria sido motivado por vingança, pois a vítima teria delatado ao seu supervisor furtos praticados por José Ronaldo. O réu deverá cumprir a pena em regime inicialmente fechado.


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Justiça