OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 4,142 Arapiraca, 31ºC Tempo nublado

Notícias

16/08/2019 14:54
Justiça
Coordenadoria da Mulher divulga programação das próximas atividades do Agosto Lilás
Campanha tem como objetivo conscientizar a sociedade sobre os tipos de violência contra a mulher e incentivar denúncias
/ Foto: Divulgação
Redação com TJ/AL

A Coordenadoria da Mulher do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) divulgou, nesta sexta-feira (16), a programação de atividades que serão realizadas até o final da campanha Agosto Lilás, que visa conscientizar a sociedade sobre os tipos de violência contra a mulher e incentivar denúncias.

No próximo domingo (18), a partir das 15h, a juíza Carolina Valões e servidoras do Judiciário, conscientizam torcedores no jogo do CSA x Vitória, no Estádio Rei Pelé, sobre o Agosto Lilás com exibição de uma faixa que incentiva a sociedade a denunciar violências praticadas contra mulheres.

Já na segunda-feira (19), as juízas Marcella Garcia e Carolina Valões, integrantes da Coordenadoria da Mulher, participam da mesa redonda “Diga não à violência contra a mulher”, que será promovida, das 8h às 11h, na Unit, em Maceió. Já no período da noite, a secretária-executiva da coordenadoria, Eryka Lessa, participa de mesa redonda no Cesmac de Arapiraca, das 20h às 22h, abordando o mesmo tema.

Na sexta-feira (23), a Coordenadoria da Mulher do TJAL participa de evento realizado pela Secretária de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh) no município de Piranhas, das 14h às 17h.

Servidoras do Poder Judiciário voltam a levar a faixa para o Estádio Rei Pelé para as partidas de CSA x Cruzeiro e de CRB x Bragantino, nos dias 25 e 27 de agosto, respectivamente. As atividades do Agosto Lilás estão previstas para serem finalizadas com a realização de uma audiência pública no município de Major Izidoro, conduzida pela magistrada Marcella Garcia.

Roda de conversa com idosos

Nesta quinta-feira (16), foi realizada uma roda de conversa com o tema “Diga não à violência contra a Mulher: o que fazer quando ela acontece?”, no Centro de Referência da Assistência Social (Cras) Dom Adelmo Machado. A ação foi voltada para um público de cerca de 35 idosos, residentes dos bairros do Prado, Trapiche e região, que participam das atividades do serviço de convivência e fortalecimento de vínculos do CRAS.

A conversa foi conduzida pelos integrantes da Coordenadoria da Mulher, Walmir Costa Lopes e Monique Santos, com o objetivo de abordar o tema a partir da vivência dos usuários, apresentar os tipos de violência previstos na Lei Maria da Penha, sensibilizar sobre ter atitudes de apoio a quem vivencia a situação, além de divulgar os locais da rede de atendimento e enfrentamento da violência doméstica e familiar contra as mulheres. 


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Justiça