OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 5,439 Arapiraca, AL 20ºC Tempo limpo

Notícias

28/04/2020 09:24
Justiça
Dez casais oficializam união em casamento virtual em Palmeira dos Índios
No cartório, foram tomadas precauções para evitar aglomerações e contaminação; cerimônia foi conduzida a distância pelo juiz André Parizio
Juiz André Parizio (lado superior esquerdo), a registradora do cartório (lado inferior esquerdo), e o casal Tarcísio e Yane Barbosa (sentados, lado direito) durante a cerimônia de casamento / Foto: Dicom/TJAL
Redação com assessoria

A Comarca de Palmeira dos Índios oficializou, nessa segunda-feira (27), a união de 10 casais em casamento por videoconferência. A cerimônia aconteceu em um cartório do município e foi conduzida, a distância, pelo juiz André Parizio.

Os noivos Tarcísio e Yane Barbosa aprovaram o uso da tecnologia para celebrar a união. “Nos sentimos bem e satisfeitos. Em relação ao casamento virtual, estamos felizes pois presenciamos uma experiência nova. Foi bem agradável”, declararam.

Os casais foram ao cartório acompanhados de duas testemunhas, todos usando máscaras, e já haviam sido avisados para chegarem apenas na hora marcada, com o intuito de evitar aglomeração. No local, a registradora ficou a dois metros de distância dos nubentes. As máscaras dos noivos só foram retiradas no momento do "sim", sendo postas em seguida.

Além das máscaras, foi disponibilizado álcool em gel a 70%. Para o juiz André Parizio, a adoção dos matrimônios virtuais é essencial para não prejudicar os casais. “Se não fosse a tecnologia e o disciplinamento feito pela Corregedoria, esses casamentos teriam que esperar um bom tempo para serem efetivados, já que não sabemos, ainda, todas as repercussões da pandemia”.

E continua: “Foi uma experiência nova e enriquecedora. A tecnologia ajudou a realizar a celebração dos casamentos em meio ao momento de incertezas que estamos passando. Foi bom termos um momento de alegria no meio disso tudo”, destacou o magistrado.

Os casamentos por videoconferência seguem provimento da Corregedoria-Geral da Justiça de Alagoas. Segundo o texto, publicado no último dia 16, devem ficar no cartório, durante a cerimônia, apenas os noivos, os padrinhos e o oficial de registro, todos mantendo a devida distância. O juiz oficializa a união de maneira remota, por chamada de vídeo no WhatsApp ou no Google Hangouts.

A ideia é que os casamentos virtuais continuem sendo realizados na Comarca de Palmeira dos Índios enquanto durar a pandemia causada pela Covid-19, sempre seguindo as orientações científicas das autoridades de saúde.


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Justiça