OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 4,125 Arapiraca, 23ºC Chuvas esparsas

Notícias

09/09/2019 15:24
Justiça
Homem que trocou tiros com a polícia é condenado a mais de 17 anos de prisão
Atuação do Ministério Público garantiu a condenação de réu
/ Foto: Reprodução
Redação com Assessoria MPE/AL

A Promotoria de Justiça de Anadia conseguiu a condenação, na última sexta-feira (6), do réu Wagner de Souza Silva pelo crime de tentativa de homicídio contra três policiais militares. O acusado que, à época do fato, estava ainda na companhia de outros dois homens, atirou contra os PMs quando a polícia realizava uma perseguição em desfavor do bando, que se preparava para praticar um assalto. A pena aplicada foi de 17 anos e seis meses de reclusão em regime fechado, além de pagamento de multa.

O júri teve a atuação do promotor de justiça Mário Dória, que conseguiu convencer o conselho de sentença sobre a culpa de Wagner de Souza Silva. “Foi uma longa sessão no Tribunal do Júri, mas deixamos o fórum da cidade com o sentimento de que a justiça foi feita. Os jurados acolheram toda a argumentação explanada pela acusação e decidiram por condenar o réu pelo envolvimento no crime”, disse ele.

Segundo Márcio Dória, o ilícito penal ocorreu em 23 de maio de 2017, quando o acusado, em companhia com os demais integrantes do grupo, visavam cometer um assalto no sertão alagoano. “A Polícia Militar conseguiu descobrir a trama dos criminosos antes do roubo ocorrer e, numa viatura descaracterizada, passou a acompanhar o veículo dos suspeitos. No entanto, os militares foram surpreendidos com disparos de arma de fogo, o que lhes obrigou a revidar o ataque, que ocorreu às margens da BR-316, próximo ao município de Tanque D’Arca”, detalhou o promotor de justiça.

“Durante nossa sustentação oral, mostramos a harmonia dos depoimentos policiais, fizemos a oitiva das testemunhas e expusemos as provas periciais dos autos. E foi esse conjunto de fatores que levou o réu à condenação por tripla tentativa de homicídio contra os policiais e pelo crime de tráfico de drogas”, acrescentou Márcio Dória. A sentença condenatória foi prolatada pela juíza Nathallye Alcântara.

Na troca de tiros, dois dos acusados morreram, enquanto Wagner de Souza Silva conseguiu fugir. No entanto, horas depois, ele foi localizado e preso. 


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Justiça