OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 4,142 Arapiraca, 31ºC Tempo nublado

Notícias

31/07/2019 08:10
Mundo
EUA: por bolsa na faculdade, pais ricos 'entregam' filhos a mais pobres
Reportagem do The Wall Street Journal descobriu que famílias em Illinois estavam transferindo a guarda legal dos jovens para garantir vagas
Pais mudavam guardião legal dos filhos para garantir ajuda financeira / Foto: Flickr

 Pais do estado de Illinois, nos Estados Unidos, estão transferindo a guarda legal dos filhos para outras famílias de baixa renda para garantir que eles entrem em universidades privadas com bolsa.

Segundo uma reportagem do The Wall Street Journal, a medida não é ilegal, mas não é completamente ética, como definiu o diretor de inscrições na Universidade de Illinois, Andrew Borst.

Uma mulher, que não teve a identidade revelada, contou a reportagem que ela transferiu a guarda da filha de 17 anos para o sócio no ano passado. Ela, que mora em uma casa avaliada em R$ 4,5 milhões, garantiu que não tem dinheiro suficiente para mandar a filha para a universidade.

Ela e o marido tem uma renda anual de R$ 948 mil e já gastaram mais de R$ 2,2 milhões inscrevendo outras crianças em universidades.

Ela contou que o processo de transferência de guarda legal é burocrático. O sócio teve que ir em uma audiência com um advogado, enquanto a mãe, o pai e a menina não precisavam comparecer.

A filha estuda agora em uma universidade privada na Costa Oeste dos EUA, que custa cerca de R$ 246 mil reais por ano. Ela recebeu uma bolsa de mérito no valor de R$ 102 mil e um adicional R$ 75 mil, através de fundos federais, que ela não vai precisar pagar ao governo. As despesas anuais de quase R$ 70 mil são pagos pelos avós, a mãe garante.

Os casos aprovados

A publicação teve acesso a mais de mil casos arquivados de transferências de guarda na corte de Lake County. Nesses, o juiz permitiu a mudança de responsável legal em 38 casos, em que os jovens estavam no primeiro ou no último ano do Ensino Médio.

A maior parte das famílias que solicitavam a transferência vivem em casas avaliadas entre R$ 1,8 milhão e mais de R$ 15 milhões.

Nos documentos, o requerente precisa responder por que ele deveria se tornar um guardião legal. Em quase todos os 38 casos aprovados, eles respondem algo na linha: “O guardião pode garantir apoio educacional e financeiro, além de oportunidades para o menor que seus pais não podem fornecer".

Os alunos aprovados

A Universidade de Illinois reportou ao Departamento de Educação o caso em que uma jovem mencionou a estratégia de transferência de guarda para conseguir ser aprovada na faculdade ao conselheiro no ensino médio. Ele avisou a universidade.

No formulário de admissão, ela afirmava morar com os pais no subúrbio em Chicago, mas que era independente financeiramente. Isso a tornava elegível a uma bolsa de milhares de dólares dada pelo governo.

Os oficiais de admissão descobriram outros 15 casos de estudantes que tinham mudado a guarda legal recentemente. A escola disse que provavelmente vai suspender a ajuda financeira oferecida institucionalmente. Além da ajuda da universidade, eles ganham até R$ 44 mil do governo.

Escândalo nas universidades

Esse é um novo capítulo no escândalo na admissão de universidades privadas nos Estados Unidos. No começo do ano, o governo descobriu que pais ricos, incluindo as atrizes Lori Laughlin e Felicity Huffman, que pagavam milhares de dólares em fraudes para garantir que os filhos entrassem em universidades de ponta.

Fonte: R7


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Mundo