OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 5,650 Arapiraca, AL 30ºC Tempo nublado

Notícias

25/11/2021 16:15
Mundo
Morre a última mulher nascida no século 19, aos 124 anos
Francisca Susano morreu antes de ser reconhecida pelo livro dos record
Francisca Susano faleceu aos 124 anos / Foto: Governo de Kabankalan

 A última mulher viva nascida no século 19 morreu na segunda-feira (22) nas Filipinas. O anúncio foi feito pelo governo pelo da cidade de Kabankalan, na província de Negros Ocidental, nessa terça-feira (23).

– É com grande tristeza que recebemos a notícia de que nossa querida Francisca Susano faleceu na madrugada desta segunda-feira – postou o governo estadual em sua conta oficial no Facebook.

Francisca Susano faleceu na residência onde morava com seus 15 netos. Ela tinha 124 anos e ainda estava em análise para ser considerada a pessoa mais velha do mundo pelo Guinness Book (Livro dos Recordes).

Uma vez verificada, ela deixaria para traz Jeanne Calment da França, que morreu em 1997, aos 122 anos.

De acordo com documentos, a centenária nasceu em 11 de setembro de 1897, um ano antes de os espanhóis abandonarem o reinado sobre as Filipinas. Lola, como era conhecida, teve 14 filhos, oito dos quais ainda estão vivos. A filipina também tinha mais de 50 netos.

A causa da morte de Lola ainda não foi determinada, conforme disse o porta-voz da prefeitura, Jake Carlyne Gonzáles, à CNN Filipinas. O cadáver da centenária será testado para Covid-19, mas essa causa não é provável, uma vez que a idosa não apresentava qualquer sintoma da doença.

A prefeitura publicou nota enaltecendo a “inspiração” que era a vida de Lola, que creditava a longevidade ao consumo de manteiga e queijo. Outro “segredo” da idosa para uma longa vida era a abstinência de álcool. Ela também tocava gaita todas as manhãs e afirmava que o exercício mantinha seus pulmões fortes e saudáveis.

Fonte: Pleno News


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Mundo