OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 4,182 Arapiraca, 27ºC Tempo nublado

Notícias

18/10/2019 13:59
Saúde
HE do Agreste e Justiça unificam ações no combate à violência sexual 
Na ocasião, o juiz Alberto Almeida enalteceu o trabalho da direção e dos profissionais de saúde do Hospital de Emergência do Agreste
/ Foto: Davi Salsa - Ascom HE
Redação com assessoria

Integrante da rede estadual de proteção às vítimas de violência sexual, o Hospital de Emergência Daniel Houly, em Arapiraca, com o apoio do Juizado da Vara da Infância e da Juventude, sediou nesta sexta-feira (18) um curso de capacitação com a equipe profissional que realiza o acolhimento a crianças e, também a adultos e idosos.

Médicos, assistentes sociais, psicólogos, farmacêuticos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e outros profissionais de saúde receberam informações e trocaram conhecimentos para unificar ainda mais as ações com a Justiça alagoana.

Por meio de iniciativa do Núcleo de Educação Permanente (NEP) e parceria do Núcleo de Atendimento às Vítimas de Violência Sexual (NAVVS), Grupo de Trabalho de Humanização (GTH) e da gerência-geral do HE do Agreste, a formação contou com a presença do juiz da Vara da Infância de Arapiraca, Alberto Almeida; a psicóloga Sarah Regina, a assistente social Edna Eloísia e a promotora da Vara da Infância Viviane Karla de Farias.

Na ocasião, o juiz Alberto Almeida enalteceu o trabalho da direção e dos profissionais de saúde do Hospital de Emergência do Agreste.

“É muito importante que sejam fortalecidas as políticas públicas entre estado e municípios, para que haja uma maior proteção às vítimas de violência sexual”, afirmou o magistrado.

Alberto Almeida  reforçou que o acolhimento nas unidades de saúde deve ser cuidadoso, de forma isolada, com intervenção mínima e restrita de atendimemto profisisonal, para não expor as pessoas, sobretudo as crianças e idosos.

Por sua vez, a psisóloga Sarah Regina abordou os indicativos físicos, comportamentais, sexuais com implicações psicossociais, bem como os traumas e os danos psicológicos que as agressões provocam nas vítimas desse tipo de violência.

A assistente social Edna Eloísia, que também atua na Vara da Infância de Arapiraca, orientou os profissionais de saúde acerca dos cuidados e acolhimento, além da forma mais adequada na abordagem feita no atendimento.

“Registramos uma média de vinte processos desses casos aqui no município e região. Essa parceria é muito importante para reduzirmos a subnotificação e avançarmos mais na prevenção e no combate à violência sexual”, acrescentou.

A diretora-administrativa Dayane Pereira e o diretor-médico José Eronildo Cavalcante também participaram da capacitação, representando a gerente-geral e médica Regiluce Santos. Eles destacaram a relevância do encontro, para que o HE do Agreste qualifique ainda mais o acolhimento às vítimas de abusos e violência sexual. 


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Saúde