OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 4,183 Arapiraca, 23ºC Tempo nublado

Notícias

07/12/2019 10:37
Saúde
Prefeitura de Arapiraca promove ações educativas no Dia D de Combate ao Aedes Aegypti
Município tem levado o trabalho de prevenção às zonas urbanas e rural, com a participação de parceiros das secretarias e órgão municipais
A Praça José Marques da Silva, no Centro de Arapiraca, foi um dos locais utilizados para essa ação municipal / Foto: Ascom/Prefeitura de Arapiraca
Assessoria

Uma série de atividades educativas e de saúde foram realizadas nessa sexta-feira (6), em alusão ao Dia D de Combate ao Aedes Aegypti, que é comemorado neste sábado (7), mas a Prefeitura de Arapiraca, através da Secretaria Municipal de Saúde, optou por antecipar a programação, a fim de mobilizar mais pessoas em diversos pontos da cidade.

Durante a semana e, mais intensivamente nessa sexta, escolas, Unidades Básicas de Saúde e espaços públicos foram utilizados, simultaneamente, por equipes da Prefeitura, com o objetivo de chamar a atenção da população, importante aliada no combate à proliferação do aedes aegypti. A Praça José Marques da Silva, no Centro de Arapiraca, foi um desses locais utilizados para essa ação municipal.

“A população precisa entender que os cuidados para combater o aedes deve ser tomado o ano inteiro e que a responsabilidade é de todos nós. As ações de prevenção devem ser inseridas na rotina de cada família. Somente assim é possível vencer a luta contra o mosquito, causador de tantas doenças”, destacou Fátima Ramalho, coordenadora da Promoção da Saúde

A coordenadora ainda ressalta que o Município tem levado o trabalho de prevenção às zonas urbanas e rural, com a participação de parceiros das secretarias e órgão municipais, Centro de Controle de Zoonoses e Grupamento do Tiro de Guerra. Entre as ações, estratégias que ajudam a eliminar os criadouros do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya, a exemplo de armadilhas, repelentes naturais e utilização de uma espécie de peixes, candundas, como alternativas.

“Entre às orientações passadas em cada visita e ação, a de que devem ser seguidas o ano inteiro, eliminação de todo e qualquer recipiente que possa acumular água e servir de criadouros do aedes aegypti”, completou Fátima Ramalho.


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Saúde