OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 5,360 Arapiraca, AL 19ºC Tempo limpo

Geral / Isve Cavalcante

Quem é Isve Cavalcante? Isve Cavalcante é radialista desde 1971. Ele nasceu na cidade de Caruaru, município de Pernambuco. Já trabalhou em várias rádios, prefeituras e emissoras de televisão. Atualmente apresenta o programa “Show de Notícias” na Rádio 96 FM Arapiraca.
05/06/2020 17:22:44
Mais um : Miguel Falabella deixa a Globo após polêmica

Na Globo desde 1981, Miguel Falabella está deixando a emissora. Ele foi avisado ontem que seu contrato, que vai até setembro, não será renovado.
Ator, roteirista e diretor, ele assinou séries como "Pé na cova" e "Toma lá, dá cá" e novelas como "A Lua me disse". Recentemente havia se desentendido com o chefão da dramaturgia da Globo , Silvio de Abreu, e acabou tendo seus projetos engavetados no canal . Procurada, a Globo reafirma que não houve desentendimento nem briga entre Silvio de Abreu e Miguel Falabella.
 

Cantores perdem milhões com cancelamento de festas no Nordeste

No calendário musical há três datas no ano para artistas faturarem alto: Carnaval, Festas Juninas e Festa do Peão de Barretos.
Eis que uma delas já naufragou com a pandemia do novo coronavírus.
Com a quarentena e as medidas de isolamento social, as as grandes festas juninas que agitam o Nordeste em junho e julho já foram canceladas. Sim, haverá lives, e versões virtuais dos eventos. Mas não os grandes festivais que reúnem milhões de pessoas em noites e mais noites de muita comida típica e shows grandiosos.
São nessas festas juninas nordestinas, como as de Caruaru (PE) e Campina Grande (PB), que sertanejos e forrozeiros faturam alto. Juntas, as duas festas produzem mais de 25 mil empregos temporários, movimentam um público de mais de 5 milhões de pessoas só em junho, e fazem girar cerca de R$ 250 milhões.
Segundo fontes ligadas ao setor, muitos cantores perderam sua principal fonte de receita no ano com o cancelamento desses grande arraiais no Nordeste.
 

Governador do CE contraria PT e diz ser contra atos no domingo

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), afirmou nesta sexta-feira (5) ser absolutamente contra atos nas ruas previstos para o próximo domingo (7), contrariando, assim, a posição do próprio partido, que informou apoiar as manifestações pró-democracia.
“Sempre apoiarei o engajemento dos brasileiros em defesa da democracia, uma de nossas maiores riquezas.

Mas sou absolutamente contra a realização de quaisquer atos nas ruas neste momento grave de pandemia.

Há no Ceará um decreto que proíbe aglomerações, e deve ser respeitado”, escreveu Santana no Twitter.
 

Link da página:
O portal Diário Arapiraca não se responsabiliza pelos conteúdos publicados nos blogs dos seus colaboradores.

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Isve Cavalcante