OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 5,564 Arapiraca, AL 27ºC Tempo nublado

Editorias

12/08/2020 23:28
Arapiraca
Município imuniza população de 20 a 40 anos contra o sarampo até 31 de agosto
O objetivo do Município é imunizar cerca de 99 mil pessoas contra o sarampo
/ Foto: Ilustração
Redação com Assessoria

 Até o dia 31 de agosto, a Prefeitura de Arapiraca segue com a Campanha de Vacinação contra o Sarampo, em todos os Centros e Unidades Básicas de Saúde do Município. O público alvo da campanha são as pessoas de 20 a 49 anos de idade.

O objetivo do Município é imunizar cerca de 99 mil pessoas contra o sarampo, que é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus, que pode ser fatal. Sua transmissão ocorre quando o doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas.

“A única maneira de evitar é pela vacina, que deve ser administrada independentemente da situação vacinal das pessoas na faixa etária preconizada pelo Ministério da Saúde”, explica Adriana Duarte, coordenadora de imunização do Município.

Diante desse momento de pandemia, a coordenadora explica que todas as unidades estão organizadas para atender os usuários, seguindo todas as orientações para evitar a transmissão por coronavírus.

Distanciamento social para evitar aglomerações, uso de Equipamentos Pessoais de Segurança, procedimentos já seguidos pelas unidades, além da exigência para o uso de máscaras também pelos usuários do serviço.

A Secretaria Municipal de Saúde, através da Coordenação de Imunização, ainda orienta que às pessoas com suspeitas ou confirmadas com Covid-19 deverão aguardar a resolução dos sintomas para tomar a dose da vacina.

Precauções e contraindicações

Doação de sangue – as vacinas dupla viral e tríplice viral, que é o caso dessa administrada contra o sarampo, são compostas por vírus vivos atenuados, o que provoca a inaptidão para doação de sangue pelo período de quatro semanas após a vacinação. Por isso, a orientação do Ministério da Saúde é para que, quem deseja realizar a doação, procure o serviço antes da vacinação ou aguarde as quatro semanas, após a imunização.

Imunocomprometimento – requer avaliação médica prévia.

Gestação – a vacina é contraindicada durante a gestação. Em gestantes não vacinadas, a vacinação deve ser adiada para o puerpério.

Mulher em idade fértil – evitar a gravidez até pelo menos um mês após a vacinação.

Alergia à proteína do leite de vaca (APLV) – devem ser vacinadas apenas com as vacinas do laboratório Bio-Manguinhos.

Alergia ao ovo – não é contraindicada. Anafilaxia (alergia grave) vacinar em unidade hospitalar.

Adiar vacinação

• Doenças agudas febris moderadas ou graves: Adiar a vacinação até resolução do quadro com o intuito de não se atribuir à vacina as manifestações da doença.
• Após uso de imunoglobulina, sangue ou hemoderivados: a vacinação deverá ser adiada por 3 a 11 meses, dependendo do hemoderivado e da dose administrada, devido ao possível prejuízo na resposta imunológica.
• Uso de dose imunossupressora de corticosteróides: vacinar 30 dias após a suspensão ou o término do tratamento.
• Pessoas em uso de quimioterapia antineoplásica: vacinar 3 meses após a suspensão do tratamento.


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Arapiraca