OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 4,162 Arapiraca, 22ºC Parcialmente nublado

Geral / Isve Cavalcante

Quem é Isve Cavalcante? Isve Cavalcante é radialista desde 1971. Ele nasceu na cidade de Caruaru, município de Pernambuco. Já trabalhou em várias rádios, prefeituras e emissoras de televisão. Atualmente apresenta o programa “Show de Notícias” na Rádio 96 FM Arapiraca.
15/01/2020 22:32:49
Qual é a relação de Ximbinha com o Cabaré do Brega

O guitarrista Ximbinha, ex-marido de Joelma, está sendo acusado de agressão por Carla Maués, ex-vocalista do Cabaré do Brega, projeto comandado pelo músico.

Carla confirmou que as agressões ocorreram em um estúdio em Belém e disse por telefone ao G1 que está reunindo advogados para formalizar denúncia.

Em nota, a assessoria de Ximbinha negou as acusações e disse que o projeto Cabaré do Brega tomará todas as medidas judiciais cabíveis. 

Homem anuncia assalto, mas é ignorado por vítimas e desiste do crime.

Parece piada, mas aconteceu mesmo e foi em São João Batista do Glória (MG).

Um assaltante desistiu de cometer o crime em um supermercado depois de ser ignorado pelas vítimas. A cena foi flagrada pelas câmeras de segurança.

As imagens mostram quando um homem com um capacete entrou no supermercado e anunciou o assalto.

Os clientes e funcionários do mercado não entendem muito bem e continuam tudo como se nada tivesse acontecido.

O assaltante anuncia mais uma vez o assalto, mas mais uma vez, nada acontece. Ignorado, ele desiste e vai embora.

A imagem mostra ainda que um dos clientes inclusive continua tomando uma cerveja.

O rapaz estava com a mão nas costas como se estivesse armado. Mas, como ninguém reagiu à tentativa, ele foi embora sem levar nada do supermercado.

PEDIU PARA APANHAR

A detenta suspeita de agredir a advogada Elisângela Maria Mororó no Instituto Penal Feminino (IPF) Auri Moura Costa, no Ceará, afirmou à Polícia Civil que a advogada pediu para ser agredida, com o objetivo de conseguir prisão domiciliar, conforme depoimento registrado em boletim de ocorrência ao qual o G1 teve acesso.

Elisângela Mororó foi presa por suspeita de integrar uma organização criminosa que atua no Ceará.

Na residência onde ela estava, foram apreendidas uma pistola e cocaína.

Depois, ela foi alvo de um mandado de prisão da Operação Reino de Aragão, em dezembro do ano passado, por suspeita de planejar ações criminosas com chefes da facção presos, inclusive a fuga de um presídio.

Após a agressão, Elisângela foi levada a atendimento médico, que não constatou gravidade nas áreas atingidas.

Em seguida ela retornou à unidade prisional, onde permanece reclusa. Ela também é suspeita de cobrar até R$ 15 mil para entregar droga a presidiários durante visita aos clientes presos.

Procurada pelo G1, a defesa da advogada diz que não iria se manifestar sobre o caso porque ainda não tem conhecimento sobre o depoimento da detenta.

Em boletim de ocorrência de 6 de janeiro, a presidiária suspeita de agressão reconhece que mentiu no depoimento de dia 2 de janeiro, quando confirmou que agrediu a advogada motivada pelo fato de que "não gostou dessa mulher porque viu um bicho ruim nela".

Link da página:
O portal Diário Arapiraca não se responsabiliza pelos conteúdos publicados nos blogs dos seus colaboradores.

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Isve Cavalcante
Postagens Anteriores123456Próximas Postagens