OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 98876-8488 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 5,204 Arapiraca, AL 26ºC Tempo nublado
Editorias
16/04/2024 09:09
Polícia

Assaltante que foi morto após vítima reagir segue sem identificação

Trabalhadores foram abordados na BR-101 e entraram em luta corporal com dois criminosos; um deles conseguiu fugir
/ Foto: Ascom / PC/AL
Redação com Assessoria

O corpo de um suposto criminoso, que foi morto após a vítima reagir a um assalto, ocorrido na madrugada da segunda-feira (15), segue sem identificação no Instituto Médico Legal (IML) de Maceió. O ocorreu na margem da BR-101, nas proximidades do engenho Cafundó, em Novo Lino/AL.

Segundo o registro do auto de prisão em flagrante, dois homens, que são agricultores e moradores da zona rural do município, trafegavam de moto quando foram surpreendidos por outros dois homens que saíram do matagal atirando e anunciando o assalto.

Durante o fato, o dono da moto recebeu uma coronhada mas, mesmo ferido, reagiu e entrou em luta corporal com o assaltante que estava armado.

No momento da briga, foi efetuado outro disparo que acertou o ombro do trabalhador. Machucado, ele continuou a resistir e a arma caiu no chão.

Segundo ele, durante a luta corporal, o segundo assaltante conseguiu fugir. Ainda pelo relato do trabalhador lesionado, outra pessoa passou no local e prestou socorro e o levou para hospital de Porto Calvo. Conforme ele, seu colega teria continuado a bater no meliante.

A Polícia Militar foi acionada e, ao chegar no local, só encontrou a moto dos assaltantes, com placa de Satuba, e o corpo já sem vida do assaltante.

A Perícia Criminal esteve no local do crime e encontrou o celular do suposto assaltante, um coldre de revólver, 11 munições, calibre 38, e uma faca serra de cozinha. A arma de fogo não foi localizada.

O trabalhador ferido, após liberado do hospital, foi encaminhado à Delegacia Regional de Matriz de Camaragibe (plantonista), foi autuado em flagrante pelo crime de homicídio, mas liberado na audiência de custódia. O outro trabalhador, após o fato, não foi encontrado, bem como, o comparsa do suposto assaltante.

A investigação do caso já está em andamento pela 10ª DRP, sob comando do delegado Paulo Cerqueira.


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Polícia