OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 98876-8488 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 5,432 Arapiraca, AL 24ºC Tempo nublado
Editorias
11/06/2024 09:08
Polícia

Pai que matou filho envenenado em Maceió é indiciado por homicídio qualificado

Matheus Soares Omena dos Santos, de 24 anos, confessou ter matado o próprio filho, de 4 anos. Ele está preso e à disposição da Justiça
/ Foto: Reprodução/TV Gazeta
Redação com G1/AL

A Polícia Civil indiciou Matheus Soares Omena dos Santos, de 24 anos, pelo assassinato do próprio filho, Anthony Levy Nascimento dos Santos, de quatro anos. Ele foi preso e confessou o crime alegando que queria se vingar da mãe da criança, sua ex-companheira. O inquérito foi concluído e remetido à Justiça nesta segunda-feira (10).

Matheus foi indicado pelo crime de homicídio qualificado. O crime foi majorado por ter sido praticado contra vítima menor de 14 anos. A pena pode ser agravada porque o crime foi premeditado. Segundo o inquérito, as circunstâncias indicam possível envenenamento a partir dos depoimentos de testemunhas e a análise de evidências.

Anthony morreu após passar mal na escola. O pai foi preso como principal suspeito dois dias depois do assassinato. Ele foi ouvido e confessou o crime. O menino foi enterrado no dia em que completaria 5 anos. Matheus disse que colocou chumbinho, veneno agrícola utilizado como raticida de forma irregular, na papinha do filho.

A criança passou mal logo depois de entrar no colégio. Ele pediu a ajuda das professoras e foi socorrido para uma unidade de emergência, mas não resistiu. O Instituto Médico Legal (IML) informou que durante a necropsia foi encontrado no estômago da criança uma substância estranha ao corpo dela.

Matheus disse em depoimento que matou o filho para se vingar da ex-companheira, mãe da criança. Eles tiveram um relacionamento de 8 anos e estavam há 6 meses separados. Imagens da câmera de segurança da escola filmaram o pai jogando o frasco de veneno encontrado posteriormente no local.


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Polícia
KTO
KTO